Topo

Brasileirão - 2019


São Paulo cede empate ao Ceará aos 50 minutos e chega a 4 jogos sem vitória

Do UOL, em São Paulo

24/11/2019 20h59

O São Paulo vencia o Ceará até os 50 minutos do segundo tempo, mas vacilou e cedeu o empate por 1 a 1 na noite de hoje (24), na Arena Castelão, em Fortaleza. Vitor Bueno abriu o placar para os visitantes, enquanto Felipe Silva igualou o marcador na "bacia das almas". Agora, a equipe de Fernando Diniz chega a quatro jogos sem vitória no Campeonato Brasileiro.

Com o resultado, o Tricolor vai a 54 pontos e desperdiça a chance de se consolidar no "novo G-6", finalmente oficializado depois do título do Flamengo na Libertadores —agora os seis primeiros da classificação garantiriam vaga na fase de grupos do torneio continental, desde que o Athletico-PR se mantenha nesse grupo. O Inter, sétimo, também empatou e tem 51, sendo mantida a diferença. O Vozão tem 37 pontos e continua no drama para escapar da zona do rebaixamento.

Na 35ª rodada, o São Paulo recebe o Vasco no Morumbi. A partida acontece na quinta-feira (28), às 20h30 (de Brasília). O Ceará visita o campeão Flamengo no Maracanã, na quarta, às 21h30.

Melhor, Volpi aparece quando precisa

Tiago Volpi defendeu uma bola importante ainda quando o placar marcava 0 a 0. Voltou a aparecer e segurar o São Paulo em chute de Chico, na cara do gol, aos 18 da segunda etapa. Perto da parte final, espalmou uma bomba de Thiago Galhardo. Não segurou um chute desviado, no último instante, que decretou o empate.

Reinaldo não ataca e vai mal

Costumeiramente uma das armas ofensivas são-paulinas, Reinaldo, talvez por cansaço, foi praticamente nulo no ataque, pelo lado esquerdo. Não que o lateral tenha comprometido na marcação, mas, pela temporada que faz, foi pouco. Aparentemente esgotado, pediu para sair na metade da etapa final.

Ceará marca, mas lance não valia

No começo da etapa final, quando perdia por 1 a 0, o Vozão conseguiu um escanteio. Enquanto o árbitro Rafael Traci esperava a comunicação com o VAR (árbitro de vídeo) sobre um possível pênalti, a cobrança foi feita e João Lucas cabeceou para o gol. Mas nada disso valeu, e a tecnologia não viu falta no lance envolvendo Bruno Alves e Fabinho.

São Paulo apresenta "time novo" e bastante móvel

Sem Pablo, suspenso, havia uma curiosidade para entender como se postaria o São Paulo com Daniel Alves, Antony e Vitor Bueno no ataque. Em uma espécie de 4-2-4 quando teve a bola, o time de Fernando Diniz foi bem móvel em campo. Com Igor Gomes se revezando com o trio, os quatros jogadores se alternaram nas pontas, mas também trocavam posições numa faixa mais centralizada. Na marcação, a equipe esboçou em sua maioria um 4-1-4-1, também sem que ninguém do quarteto guardasse posição.

Vozão acelera, mas finaliza mal

Como de costume, o Ceará apresentou um futebol agudo e acelerado e até chegou com perigo mais de uma vez. Com o domínio no segundo tempo, os mandantes pecaram principalmente na hora de concluir as jogadas. Foram premiados com o gol no fim.

Cronologia do jogo

Igor Gomes ficou com sobra na entrada da área e deu belo passe para Juanfran. Nas costas do marcador, o lateral espanhol cruzou para o meio e encontrou Vitor Bueno, livre, para empurrar para as redes aos 46 minutos do primeiro tempo. Aos 50 minutos da etapa final, o golpe fatal de uma equipe que 'martelou'. Completando contra-ataque e enfrentando o adversário exposto, Felipe Silva recebeu passe na direita, chutou e viu Léo desviar. A nova trajetória da bola derrubou, literalmente, Tiago Volpi no lance.

Dani Alves tem "probleminha" e atrasa 2º tempo

O segundo tempo atrasou alguns minutos para começar devido a um 'probleminha' de Daniel Alves. De acordo com a transmissão do "Premiere", o camisa 10 tricolor teve de ir ao banheiro e subiu para o campo quando os demais 21 jogadores já o esperavam para a bola rolar.

FICHA TÉCNICA
CEARÁ X SÃO PAULO

Data e horário: 24 de novembro de 2019, domingo, às 19h (de Brasília)
Local: Arena Castelão, em Fortaleza (CE)
Árbitro: Rafael Traci
Auxiliares: Alex dos Santos e Éder Alexandre
Cartões amarelos: Samuel Xavier, Fabinho e Luiz Otávio (Ceará); Juanfran (São Paulo)
Gols: Vitor Bueno, aos 46 minutos do primeiro tempo; Felipe Silva, aos 50 minutos do segundo tempo.

CEARÁ
Diogo Silva; Samuel Xavier, Tiago Alves, Luiz Otávio e João Lucas; Ricardinho (Juninho Quixadá) e Fabinho; Wescley (Mateus Gonçalves), Felipe Silva e Chico; Bergson (Thiago Galhardo). Técnico: Adilson Batista.

SÃO PAULO
Tiago Volpi; Juanfran, Bruno Alves, Arboleda e Reinaldo (Léo); Tchê Tchê, Liziero (Hudson) e Igor Gomes; Daniel Alves, Antony (Raniel) e Vitor Bueno. Técnico: Fernando Diniz.