Topo

Brasileirão - 2019


Chapecoense vence o Avaí e mantém luta por permanência na Série A

Do UOL, em São Paulo

24/11/2019 20h54

A Chapecoense ainda respira no Campeonato Brasileiro. O time venceu o clássico contra o Avaí por 1 a 0, com gol do atacante Everaldo. O resultado impediu que a Chape pudesse ter o rebaixamento decretado já nesta rodada. Já o Avaí já tem sua vaga garantida na Série B do ano que vem.

O clássico catarinense teve o mesmo tom do duelo do primeiro turno, com os dois times lutando para criar alguma oportunidade, mas protagonizando um jogo de baixa qualidade.

O Avaí teve mais posse de bola, mas não conseguiu converter isso em chances e saiu de campo com menos finalizações que o time de Chapecó. O Alviverde finalizou mais, porém só conseguiu chegar ao gol aos 32 minutos do segundo tempo, quando Everaldo recebeu a bola de Kayzer, que havia acabado de entrar, e não desperdiçou.

Antes do gol, a emoção do jogo ficou presente apenas nos lances que resultaram em cartão vermelho para ambos os lados. Aos 5 do segundo tempo, Hiago deu uma tesoura em Matheus Barbosa e foi expulso direto.

Sete minutos depois, foi a vez de a vítima virar agressor. Matheus Barbosa mostrou o dedo do meio em direção à torcida do próprio Avaí e também foi avermelhado.

A Chapecoense alcançou hoje a sua sexta vitória no Brasileirão e chegou aos 28 pontos, um a menos que o CSA, que também tem um confronto direto contra a queda amanhã, quando receberá o Fluminense. Já o Avaí, que na quarta (27) enfrentará o Corinthians, chega a quatro derrotas consecutivas e permanece com 18 pontos. No mesmo dia, a Chape receberá o Botafogo.

FICHA TÉCNICA
Avaí 0 x 1 Chapecoense

Competição: Campeonato Brasileiro (34ª rodada)
Data: 24/11/2019
Horário: 19h (de Brasília)
Local: Estádio da Ressacada, em Florianópolis (SC)
Público: 2.316 pagantes
Árbitro: Raphael Claus (SP)
Assistentes: Danilo Ricardo Simon Manis e Anderson José de Moraes Coelho (ambos de SP)
VAR: José Claudio Rocha Filho (SP)

Gol: Everaldo (Chapecoense), aos 31' do segundo tempo

Cartão amarelo: Douglas (Chapecoense)
Cartões vermelhos: Hiago (Chapecoense) e Matheus Barbosa (Avaí)

Avaí: Vladimir; Lourenço (Matheus Lucas), Kunde, Marquinhos Silva e Igor Fernandes; Luanderson (Luan Pereira), Richard Franco e Matheus Barbosa; Caio Paulista (Igor Goularte), Vinícius Araújo e João Paulo. Técnico: Evando Camillato

Chapecoense: João Ricardo; Eduardo, Douglas, Hiago e Bruno Pacheco; Márcio Araújo, Camilo (Maurício Ramos) e Gustavo Campanharo (Renato Kayzer); Arthur Gomes (Dalberto), Everaldo e Roberto. Técnico: Marquinhos Santos