PUBLICIDADE
Topo

Futebol


Barça leva sufoco de lanterna, mas conquista vitória e permanece líder

Arturo Vidal comemora depois de anotar o gol da vitória do Barcelona contra o Leganés - Pierre-Philippe Marcou/AFP
Arturo Vidal comemora depois de anotar o gol da vitória do Barcelona contra o Leganés Imagem: Pierre-Philippe Marcou/AFP

Do UOL, em São Paulo

23/11/2019 10h52Atualizada em 23/11/2019 11h09

Classificação e Jogos

O Leganés, lanterna do Campeonato Espanhol, recebeu no Estádio Municipal de Butarque, em Madri, o Barcelona, líder da competição, às 9 horas (no horário de Brasília) deste sábado (23), em jogo válido pela 14ª rodada. O resultado de 2 a 1 foi bom para o Barça, que venceu de virada.

O time madrileno começou a partida confiante e em vantagem. Mas a derrota deixou o Leganés com os mesmos seis pontos, e continuou atrás do Espanyol. A equipe de Lionel Messi permanece na liderança com 28 pontos, e não corre o risco de perder o posto para os rivais.

O Leganés enfrentará fora de casa o Sevilla, quarto colocado, no próximo domingo (1). Já a equipe catalã, tem como desafio jogar contra o Atlético de Madrid, que está na cola dos dois primeiros com 24 pontos. O jogo também será fora de casa, no mesmo dia.

Quem foi bem: En-Nesyri brilhou

O atacante marroquino colocou o time em vantagem com um belíssimo gol, no ângulo de Ter Stegen, sem chance nenhuma de defesa. Isso passou confiança aos jogadores, que pressionaram o líder do campeonato até o fim do primeiro tempo.

Após a pressão no começo do segundo tempo e o gol de empate, En-Nesyri não se intimidou e continuou criando chances para o Leganés, mas todas as bolas foram parar nas mãos do goleiro.

Quem foi mal: Sergio Busquets

O volante não fez uma boa partida e ainda saiu no prejuízo: Recebeu um cartão amarelo com meia hora de jogo por uma falta traseira e está fora do próximo confronto do Barcelona, que será importante, contra o Atlético de Madrid.

Sem grande participação e correndo o risco de levar mais um amarelo por continuar marcando faltas, Busquets foi substituído por Raktic nos 13 do segundo tempo.

Atuação do Leganés

O Leganés iniciou o jogo indo para cima do líder Barcelona, sem intimidação e ao perder a bola, dificultou os passes de ataque do rival. Aos 11 minutos, o atacante Youssef En-Nesyri pegou velocidade pela direita e mandou a bola no ângulo do goleiro Ter Stegen. O primeiro tempo foi totalmente dominado pelo time da casa.

Na segunda metade, o time da casa se assustou com a postura do Barcelona, que conseguiu virar o jogo com Suárez e Vidal.

Atuação do Barcelona

No primeiro tempo, o Barcelona teve apenas uma boa chance com uma cabeçada de Suárez e além de tomar o gol no início do jogo, ainda passou por mais dois sustos.

A postura no segundo tempo foi diferente e veio a reação. Luiz Suárez marcou de cabeça após uma cobrança de falta de Messi. O zagueiro Piqué também teve participação ao tentar um gol de cabeça, que bateu na trave, e ainda abriu espaço para o gol do uruguaio.

Em outra cobrança de Messi, dessa vez de escanteio, veio o gol da virada com o atacante Vidal.

História do jogo

O lanterna do Campeonato Espanhol fez um primeiro tempo com bastante segurança, ao atrapalhar a troca de passes do líder Barcelona e abrir o placar aos 11 do primeiro tempo. O time de Messi estava apagado até o apito final da primeira metade do confronto.

Já no segundo tempo, o Barcelona era outro: Com apenas três minutos, Piqué mandou uma bola na trave do gol leganês e cinco minutos depois, Suárez deixou tudo igual com uma belíssima cabeceada depois de Messi cobrar uma falta. Com a melhora, o time catalão conseguiu prender o rival no campo de defesa através de passes rápidos, sem criar muitas chances.

A cobrança de escanteio de Messi quando restavam apenas dez minutos do tempo regular foi o que originou um gol polêmico de Vidal, que estava em posição de impedimento. Como a bola bateu em um dos defensores do Leganés, o juiz validou.

Torcida

Os leganeses lotaram o Estádio Municipal de Butarque, na capital espanhola, apesar de serem os últimos colocados na La Liga e fizeram uma festa enérgica durante os minutos que ficaram em vantagem. O gol de empate desanimou um pouco, mas a torcida continuou cantando para empurrar o time da casa.

Em um lance que a bola pareceu pegar no braço de um jogador do Barça, a torcida fez bastante barulho na esperança de conseguir um pênalti e comemorou todas as defesas e protestou no segundo gol marcado por Vidal, mas a bola bateu na defesa antes de parar nos pés do atacante.

FICHA TÉCNICA
Leganés 1 x 2 Barcelona

Data e Hora: 23 de novembro, 9h (horário de Brasília)
Local: Estádio Municipal de Butarque, em Leganés (Madrid - Espanha)
Árbitro: Santiago Jaime Latre
Auxiliares: Mario Melero López e Manuel Ángel Torre Cimiano
Cartões amarelos: Mesa (Leganés); Busquets (Barcelona)
Gol: Em-Nesyri (Leganés); Suárez e Vidal (Barcelona)
Público: 12.110 presentes

LEGANÉS: Cuéllar; Rosales, Bustinza, Omeruo (Carrillo), Siovas e Jonathan Silva; Mesa, Rubém Pérez e Óscar Rodríguez (Javier Eraso); Em-Nesyri e Braithwaite. Técnico: Luis Cembran.

BARCELONA: Ter Stegen; Wagué, Piqué, Umtiti e Firpo; Busquets (Raktic), De Jong (Fati) e Messi; Luis Suárez, Griezmann (Vidal) e Dembélé. Técnico: Ernesto Valverde.

Futebol