Topo

Futebol


Ônibus com torcedores do Fla chega a Lima depois de 145 horas de viagem

Ônibus de torcedores do Flamengo chega a Lima um dia antes da final - Diego Salgado/UOL
Ônibus de torcedores do Flamengo chega a Lima um dia antes da final Imagem: Diego Salgado/UOL

Diego Salgado

Do UOL, de Lima (PER)

22/11/2019 10h48

O primeiro ônibus a sair do Rio de Janeiro com torcedores do Flamengo chegou hoje (22) a Lima, capital do Peru, palco da final da Libertadores. A parada final do grupo aconteceu às 7h (horário local, 9h de Brasília), após 145 horas de viagem. O trajeto, que começou no último sábado, foi acompanhado pela reportagem do UOL Esporte ao longo de seus 6.030 km.

A descida do ônibus foi acompanhada por gritos de "Dá-lhe, dá-lhe, dá-lhe, Mengo. Seremos campeão (sic)", injetando animação em torcedores que já sentiam o peso das mais de cem horas sentados na estrada que atravessou a Cordilheira dos Andes. Os últimos quilômetros, em especial, foram marcados pelo cansaço extremo, reforçado pela apreensão pela chegada.

Ao longo dos seis dias, o ônibus com 19 flamenguistas atravessou seis estados brasileiros: Rio de Janeiro, São Paulo, Mato Grosso do Sul, Mato Grosso, Rondônia e Acre. No Peru, passou por sete departamentos, incluindo as cidades de Puerto Maldonado, Cusco e Nazca. Foram 35 pedágios e 21 paradas.

Os passageiros tiveram de enfrentar alguns imprevistos em diversos momentos da viagem. No Mato Grosso do Sul, o ar-condicionado do ônibus da empresa Ormeño apresentou problemas e teve de passar por uma manutenção na cidade de Sonora. Em Vilhena, Rondônia, o veículo ficou cinco horas em uma mecânica para nova inspeção no sistema de ar.

Na noite de segunda-feira, o ônibus enfrentou uma tempestade tropical em Rondônia, que rendeu infiltrações. A água chegou até a molhar bagagens dos passageiros. O problema chegou a ser previsto pela Ormeño, e foi cogitada a troca do veículos, mas após a segunda manutenção no ar-condicionado a empresa mudou de ideia. As paradas inesperadas ajudaram a atrasar a chegada do grupo em quase 30 horas.

Além disso, buracos na BR 364, entre Rondônia e Acre, influiu no ritmo da viagem, e a passagem pela fronteira ocorreu apenas na madrugada de terça para quarta-feira. No Peru, uma parte da Interoceânica estava interditada perto de La Pampa, ocasionando em mais 20 minutos de parada.

Depois de enfim superar a Cordilheira dos Andes e vencer uma parte perigosa da estrada, já perto de Nazca, o ônibus chegou ao litoral. O trajeto até Lima, incluiu passagens por Ica, Pisco e San Vicente de Cañete.

Do grupo de torcedores, oito embarcaram no Rio, enquanto seis subiram no ônibus em São Paulo. Dois entraram na parada de Cuiabá e outros três na de Rio Branco. Havia também 26 viajantes e cinco jornalistas no veículo, que foi conduzido em revezamento por dois motoristas.

#UOLrumoaLima

A final da Libertadores entre Flamengo e River Plate está marcada para o próximo dia 23. Uma semana antes de a bola rolar no Estádio Monumental de Lima, no Peru, o UOL Esporte partiu rumo à capital peruana ao lado de torcedores rubro-negros.

Confira o que os ocupantes do ônibus viveram durante o percurso:

Ônibus Rio-Lima volta a ter problemas e fica em mecânica por 5 horas em RO. #UOLrumoaLima https://t.co/PjO27uPMhC via @UOLEsporte @UOL

-- Diego Salgado (@diegosalgado7) 18 de novembro de 2019

A empresa responsável pelo deslocamento é a peruana Ormeño, que realiza o trajeto uma vez por semana, mas, por causa da mudança de sede da final de Santiago para Lima, decidiu colocar um ônibus extra destinado aos torcedores.

A viagem pôde ser acompanhada pelas redes sociais do UOL Esporte, com #UOLrumoaLima. O repórter Diego Salgado foi o escolhido para a missão. Nos últimos dois anos, ele se especializou em viagens longas de bicicleta. Em 2018, atravessou a América do Sul, de Porto Alegre a Santiago, no Chile (1.939 km em 27 dias). Há três meses, o trajeto escolhido foi na Europa, de Barcelona, na Espanha, a Amsterdã, na Holanda. Na ocasião, ele pedalou por 2.028 km em 29 dias e passou por seis países.

Futebol