Topo

Futebol


Maradona critica candidatura de Riquelme: "Ídolo não pode se vender"

Diego Maradona utilizou as redes sociais para criticar decisão de Riquelme - Refugio Ruiz/Getty Images
Diego Maradona utilizou as redes sociais para criticar decisão de Riquelme Imagem: Refugio Ruiz/Getty Images

Do UOL, em São Paulo

22/11/2019 15h49

A candidatura de Juan Riquelme à vice-presidência do Boca Juniors não foi bem recebida pelo ídolo argentino Diego Maradona. O campeão da Copa de 1986 escreveu hoje nas redes sociais que um ídolo "não pode se vender" pelo melhor preço.

"Hoje assisti a coletiva de Daniel Angelici e acredito que o ídolo de um clube, como o Riquelme, não pode escutar ofertas e se vender ao melhor comprador. Nunca fiz isso. Os dólares não podem pesar mais que as convicções", escreveu Maradona em sua conta do Instagram.

O ex-jogador é próximo de Angelici, atual presidente do clube e a quem Riquelme passa a ser oposição nas eleições internas. Durante entrevista coletiva concedida hoje, Angelici não quis comentar a candidatura, mas deixou claro que rompeu com o ex-jogador.

"Prefiro ficar calado e deixar que a torcida do Boca continue a ter um ídolo", disse.

A decisão de integrar a chapa fez com que Riquelme adiasse sua partida de despedida ao lado de outros ídolos do clube — o jogo seria no dia 12 de dezembro.

As eleições do Boca estão marcadas para o dia 8 de dezembro.

Ouça o podcast Posse de Bola, a mesa redonda do UOL sobre futebol, com Arnaldo Ribeiro, Eduardo Tironi, Juca Kfouri e Mauro Cezar Pereira.

Mais podcasts do UOL no Spotify, Apple Podcasts, Google Podcasts e outras plataformas

Futebol