Topo

Abel e medalhões do Cruzeiro são alvos de novos protestos na Toca da Raposa

Fora da Toca da Raposa, insatisfação da torcida e faixas de protestos. Dentro, mensagens de apoio - Reprodução/Internet
Fora da Toca da Raposa, insatisfação da torcida e faixas de protestos. Dentro, mensagens de apoio Imagem: Reprodução/Internet

Enrico Bruno

Do UOL, em Belo Horizonte

22/11/2019 10h36

Resumo da notícia

  • Grupo de torcedores exibiram faixas contra medalhões do Cruzeiro e técnico Abel Braga
  • Nomes como Thiago Neves, Fred, Marquinhos Gabriel, Robinho e Egídio foram citados
  • Dentro do CT, faixas de apoio foram espalhadas pelo campo onde os atletas treinam
  • Protesto acontece um dia depois dos muros da Toca da Raposa amanhecerem pichados

Mais um dia de protestos na entrada da Toca da Raposa, centro de treinamento do Cruzeiro. Depois que muros amanheceram pichados na manhã de ontem (21), um grupo de torcedores levou faixas de protestos contra jogadores tarimbados do elenco. Sobrou também para o técnico Abel Braga, chamado de "pau mandado".

Jogadores como Thiago Neves, Fred, Robinho, Marquinhos Gabriel e Egídio foram citados nas faixas e chamados de "come e dorme".

"Como faço para ser sócio torcedor igual Thiago Neves e Fred... Assistir o jogo de dentro do campo com uniforme oficial do clube", dizia uma das faixas.

"Resposta é só contratar o amigo para ser treinador", dizia outra mensagem.

Reprodução/Internet
Imagem: Reprodução/Internet

Apoio na parte interna do CT

Ao contrário do que foi visto do lado de fora, a parte interna da Toca da Raposa contou com mensagens de apoio aos jogadores. No último treinamento antes da viagem para Santos, faixas de incentivo aos atletas foram espalhadas pelos campos do CT. "Vamos juntos até o fim", "confiamos em vocês" e "nunca te abandonamos e jamais te abandonaremos" foram algumas das frases afixadas.

Cruzeiro