Topo

Com prejuízo parcial de R$ 33 mi, Galiotte é pressionado a abrir contas

Maurício Galiotte em treino do Palmeiras - Marcello Zambrana/AGIF
Maurício Galiotte em treino do Palmeiras Imagem: Marcello Zambrana/AGIF

Danilo Lavieri

Do UOL, em São Paulo

21/11/2019 04h00

Maurício Galiotte tem sido pressionado no Palmeiras a abrir as contas do clube. O prejuízo acumulado de R$ 33 milhões até agosto só foi divulgado pelo trabalho da imprensa, porque a direção não mostra os documentos para seu Conselho desde maio de 2019, apenas para o COF (Conselho de Orientação e Fiscalização). Na última quarta-feira (20), um grupo de conselheiros protocolou um documento pedindo transparência ao presidente alviverde e destacando a importância da saúde financeira para que o projeto iniciado por Paulo Nobre continue de pé.

Para ler esta notícia na íntegra, além de outras novidades dos bastidores da bola, acesse a coluna De Primeira.

Palmeiras