Topo

Victor vive situação inédita no Atlético-MG e briga por vaga no time

Victor, goleiro do Atletico-MG, durante partida pela Copa do Brasil - Thomas Santos/AGIF
Victor, goleiro do Atletico-MG, durante partida pela Copa do Brasil Imagem: Thomas Santos/AGIF

Thiago Fernandes

Do UOL, em Belo Horizonte

20/11/2019 04h00

Resumo da notícia

  • Victor vive uma situação diferente no Atlético-MG. Recém-recuperado de lesão no joelho, é reserva do jovem Cleiton
  • Ele ficou no banco diante do Fluminense, no último sábado, e deve permanecer nesta condição contra o Athletico-PR, no domingo
  • É a primeira vez que ele é tratado como suplente no time. A sua contratação ocorreu em 2012 e o goleiro sempre foi tratado como titular

Contratado pelo Atlético-MG em 2012, Victor vive uma situação inédita. O goleiro foi reserva no empate por 1 a 1 com o Fluminense, no último sábado (16), e pode seguir nesta condição até o fim do Campeonato Brasileiro. No entanto, o veterano atleta de 36 anos diz não ter vaidade e aceita permanecer como suplente do time de Vagner Mancini.

Ídolo do clube pelas conquistas da Libertadores 2013 e Copa do Brasil 2014, o camisa 1 sofreu uma lesão no joelho e viu o jovem Cleiton surgir como opção para a posição.

Em boa fase, o garoto de 22 anos permaneceu na posição no primeiro jogo após a recuperação de Victor e o cenário deve ser o mesmo no jogo contra o Athletico-PR, domingo (24), no Mineirão.

Mesmo com a possível sequência no banco de reservas, Victor admite que está tranquilo com a situação.

"Estou voltando para fazer o que for preciso para ajudar o Atlético. Não tenho vaidade de ter de ser titular. Quero fazer o que for melhor ao clube. O tempo que passei parado, não me vejo na melhor condição, por estar sem ritmo. Mas se precisar jogar, caso queiram contar comigo, farei o meu melhor. Sendo um cenário um pouco mais tranquilo de tabela, para mim dá mais tranquilidade. Desde julho sem jogar, é um tempo. Vou treinando para me tornar 100% seguro", declarou.

O goleiro ainda faz elogios ao seu substituto na posição: "Vejo o Cleiton como uma das principais promessas na posição. Ele vem demonstrando sua capacidade. Tem potencial para ser goleiro de seleção, em Mundial. Vem mantendo constância nos jogos. Como falei. Essa competição, quando é saudável, quando há respeito, ela é benéfica para todos. O fato de estar ali não aumenta pressão alguma. Ele sabe a responsabilidade que ele tem. Estou mais para ajudar do que pressionar".

Atlético-MG