Topo

D'Alessandro descarta aposentadoria, mas renovação com Inter é incerta

D"Alessandro não garantiu permanência no Internacional para a próxima temporada - Ricardo Duarte/Inter
D'Alessandro não garantiu permanência no Internacional para a próxima temporada Imagem: Ricardo Duarte/Inter

Marinho Saldanha

Do UOL, em Porto Alegre

20/11/2019 15h32

D'Alessandro não vai se aposentar, mas não garantiu sua permanência no Inter. Em entrevista coletiva concedida hoje (20), o meia argentino de 38 anos reiterou que irá avaliar se seguirá no clube ao fim do ano.

O vínculo atual de D'Ale vence em 31 de dezembro deste ano. A decisão será se permanece ou não no clube. A direção já manifestou interesse na renovação com ele. E o cenário será mantido incerto até o fim do ano. O gringo quer um tempo para pensar.

"São duas coisas diferentes. Se tenho que falar hoje, vou continuar jogando futebol. Os números estão aí. O pessoal que convive comigo dia a dia, e eu consulto muito a fisiologia, preparadores, porque me preocupo com meu corpo e precisamos disso, me dá um retorno muito bom. Me sinto bem fisicamente, e mentalmente para seguir jogando", disse. "Tenho muito mais a dar para o clube, tenho certeza disso. Tenho muito mais a dar para o Inter. A renovação é outro assunto. Já falei com a diretoria, e o Caetano (Rodrigo) falou depois do jogo com Corinthians. Necessito de um tempo para decidir algo que é importante. Não vou decidir agora. Vou esperar o campeonato, ir para casa, o clube tem seus tempos... Continuarei jogando futebol, isso é importante para mim, mais um ano. Não adianta pensar em dois, três, o segundo passo é ver o que vai acontecer", disse o meia.

D'Alessandro ainda não foi definitivo sobre o que fará ou não ele permanecer. Apenas reiterou que será uma decisão tomada ao longo dos dias que restam em 2019.

"Nunca tomei um tempo assim, sempre renovei antes de chegar o fim do contrato. Estou numa fase diferente da carreira. Posso confirmar que não será o dinheiro que vai me tirar do clube, é óbvio. Senão teria ido embora há muito tempo. Poderia tranquilamente ter mais grana do que eu tenho. Isso nunca me fez decidir. É claro que é importante, mas nunca tomei uma decisão por isso. Tenho um respeito muito grande pelo clube, que é quem está me dando de comer, e isso não pode ficar em dúvida. Tem fatores que administramos, levamos, que obviamente desgastam. Afinal são 11 anos de clube. Mas isso não quer dizer que eu não possa ficar mais um ano. A opção está aqui, a direção me passou a intenção deles, e, volto a repetir, vou esperar o campeonato e ver o que eu farei", explicou.

A direção do Colorado aguarda o fim da temporada para ter passos mais firmes neste processo. Já procurou D'Ale para manifestar o interesse de renovação, mas está disposta a esperar a decisão dele.

"Sempre tem sondagens, meu empresário cuida disso. Não só no fim do contrato, muitas vezes o contato surge. Minha identificação com o clube é muito grande. São 11 anos de clube e eu tenho muito orgulho disso", explicou.

Neste domingo, o Inter encara o Fortaleza pela 34ª rodada do Brasileirão.

Internacional