PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Clubes brasileiros se manifestam no Dia da Consciência Negra; veja

Tchê Tchê, do São Paulo, e Júnior Urso, do Corinthians, foram algumas personalidades que apareceram em vídeos de clubes - Reprodução/Twitter
Tchê Tchê, do São Paulo, e Júnior Urso, do Corinthians, foram algumas personalidades que apareceram em vídeos de clubes Imagem: Reprodução/Twitter

Do UOL, em São Pauo

20/11/2019 12h06

Vários clubes do Brasil publicaram, em suas redes sociais, mensagens e vídeos sobre o Dia da Consciência Negra, comemorado neste dia 20 de novembro.

O UOL reuniu as publicações dos times da Série A que se manifestaram em relação do assunto.

O Corinthians exibiu um teaser de mais de 2 minutos com depoimentos de negros que já sofreram racismo - o volante Júnior Urso, inclusive, deixou o seu recado. "Atinge muito forte o nosso peito. É algo que a gente acha que é algo não vai nos abalar, mas é algo que não dá para explicar. É uma dor diferente de todas as outras dores".

O São Paulo também se manifestou. O clube do Morumbi publicou um vídeo de jogadores do clube citando outros atletas que já sofreram com insultos racistas. Depois, eles falam os próprios nomes e divulgam notícias do IBGE sobre o problema.

O Santos, por sua vez, lembrou a ação que promoveu no último jogo do clube ao abordar a questão do racismo. O time do litoral paulista entrou em campo estampando na numeração dos jogadores dados sobre o preconceito no mês da Consciência Negra.

O Flamengo, em meio às publicações sobre a final da Libertadores, exibiu o logo do clube em preto e branco e deixou um recado forte. "Não basta não sermos racistas. Temos que ser antirracistas".

O Vasco criou vários conteúdos sobre o Dia da Consciência Negra. Em um deles, relembrou o número de casos de racismo no futebol somente neste ano.

Já o Grêmio, assim como o Corinthians e o São Paulo, publicou um vídeo para relembrar a data. O clube fez uma alusão às cores preta, azul e branca.

O Cruzeiro também não deixou a data passar batido e mostrou um dado sobre a relação entre feminicídios e o racismo.

Ídolo do Atlético-MG, o ex-jogador Reinaldo foi utilizado pelo clube em sua campanha no Twitter.

Veja outros clubes que se manifestaram no Dia da Consciência Negra

BOTAFOGO-SP: "TUDO COMEÇA COM RESPEITO"

UOL Esporte

Futebol