Topo

Podcast

Posse de Bola


Arnaldo Ribeiro: "A seleção brasileira do Tite não tem alma"

Do UOL

Em São Paulo

18/11/2019 14h42

O Flamengo pode conquistar o Campeonato Brasileiro mesmo sem entrar em campo pela competição no domingo, bastando que o Palmeiras não consiga vencer o Grêmio. No sábado, o clube rubro-negro também decide o título da Libertadores. A campanha com os resultados e também o desempenho pressiona outros treinadores brasileiros, que já se mostraram incomodados e causaram um desabafo de Jorge Jesus pedindo respeito.

Durante o bloco inicial do oitavo episódio do podcast Posse de Bola, os jornalistas comentaram sobre a pressão em Tite com o sucesso do Flamengo respingando em seu trabalho no momento em que a seleção brasileira tem uma sequência de cinco jogos sem vencer depois da Copa América, inclusive perdendo para a Argentina na sexta-feira.

"O melhor jogador em campo da seleção brasileira foi o seu goleiro. Aquele jogo, se olhar depois de tanto tempo a seleção com Neymar ou sem Neymar fazer o jogo que fez com a Argentina? Para! Não é isso o que a gente quer, o que a gente quer é o que o Flamengo está fazendo", afirmou Juca Kfouri.

Arnaldo Ribeiro também fez um paralelo com a influência que o Flamengo de Zico teve na mudança de estilo de jogo da seleção brasileira entre o final dos anos 70 e o início do 80, culminando na equipe de Telê Santana que encantou em 1982, embora tenha sido eliminada pela Itália de Paolo Rossi.

"O time do Brasil de 1982 tinha muito do Flamengo. Os dois laterais, o Zico e a engrenagem, era um time que jogava. No meio de campo não tinha Andrade e Adílio, mas era Cerezo e Falcão, estava de bom tamanho. Aquele Flamengo acabou inspirando muito aquela seleção de 1982 e acho que vai acontecer agora. Não vai bastar ter um time que joga mais que a seleção porque em tese a seleção é a reunião de todo mundo que está jogando na Europa. O cara pode escolher os melhores", afirmou Arnaldo.

"A seleção brasileira do Tite não tem alma. Teve um suspiro nas eliminatórias, na Copa do Mundo não teve e acho que está sem rumo. Acho sim que não é que está respingando o sucesso do Jorge Jesus, já transbordou em cima do Tite", completou o jornalista.

Posse de Bola: Quando e onde ouvir

A gravação do Posse de Bola está marcada para segundas-feiras às 9h, sempre com transmissão ao vivo pela home do UOL ou nos perfis do UOL Esporte nas redes sociais (YouTube, Facebook e Twitter). A partir de meio-dia, o Posse de Bola estará disponível nos principais agregadores de podcasts.

Você pode ouvir o Posse de Bola em seu tocador favorito, quando quiser e na hora que quiser. O Posse de Bola está disponível no Spotify e na Apple Podcasts, no Google Podcasts e no Castbox . Basta buscar o nome do programa e dar play no episódio desejado. No caso do Posse de Bola, é possível ainda ouvir via página oficial do UOL e YouTube do UOL. Outros podcasts do UOL estão disponíveis em uol.com.br/podcasts.

Posse de Bola