Topo

Futebol


Flu pega Galo e aposta em goleiro que superou três concorrentes por vaga

Marcos Felipe será titular do Fluminense contra o Atlético-MG - Lucas Merçon/Fluminense FC
Marcos Felipe será titular do Fluminense contra o Atlético-MG Imagem: Lucas Merçon/Fluminense FC

Caio Blois

Do UOL, no Rio de Janeiro

16/11/2019 04h00

Ao entrar em campo hoje no Maracanã para enfrentar o Atlético-MG, às 19h, o Fluminense terá algumas novidades. Uma delas, em especial, pode servir de espelho para o que o Tricolor precisa fazer para sair da situação difícil que vive no Campeonato Brasileiro. A escalação da equipe de Marcão começará com um nome diferente: Marcos Felipe. O goleiro de 23 anos superou três concorrentes para, enfim, ter chance como titular, após praticamente seis anos na reserva.

Tratado como uma joia nas divisões de base do clube, em Xerém, o jovem se destacou desde que chegou do Espírito Santo, onde foi descoberto. Convocado constantemente para a seleção brasileira desde o sub-15, sendo titular no Mundial sub-17 de 2013 e no Sul-Americano sub-20 de 2015, além de ter participado também dos Sul-Americanos sub-15 (2011) e sub-17 (2013) e do Mundial sub-20 (2015).

A carreira de sucesso nas divisões de base, entretanto, não se refletiu em muitas chances dentre os profissionais. No início, foi preterido pelo titular e ídolo Diego Cavalieri, que o elogiava constantemente, bem como Ricardo Berna, tricampeão nacional pelo clube. Depois, perdeu espaço para novas contratações do Flu como Júlio César, Rodolfo e Muriel.

Os dois últimos foram titulares por grande parte de 2019. Após algumas falhas, Rodolfo foi barrado por Agenor e acabou sendo pego no antidoping por uso de cocaína, uma recaída em sua condição de dependente químico. Acima do peso, o então substituto também não agradou nas chances que teve. Depois, Muriel chegou e assumiu a titularidade. O goleiro era um dos poucos destaques da equipe na temporada até sofrer fratura na mão contra o Internacional. Ele está fora da temporada.

Tudo isso levou para que Marcos Felipe tivesse sua chance de mostrar que Xerém, mais uma vez, pode ser a salvação para o Fluminense em situações difíceis. O goleiro de 23 anos fará sua quinta partida com a camisa tricolor. Nas outras quatro, o aproveitamento foi bom: 58,3%, o que é suficiente para livrar o Flu do rebaixamento.

O jovem tenta retomar a "magia" dos terceiros goleiros do clube: em 2009, Rafael estava nessa posição ao assumir o gol na arrancada heroica que livrou o Tricolor do descenso, e em 2010, Ricardo Berna saiu do banco para ser um dos destaques no tricampeonato brasileiro.

FICHA TÉCNICA:
FLUMINENSE X ATLÉTICO-MG

Local: Maracanã, no Rio de Janeiro
Data/Hora: Sábado, 16/11/2019, 19h
Árbitro: Leandro Pedro Vuaden (RS)
Assistentes: Rafael da Silva Alves e Lucio Beiersdorf Flor (ambos RS)
VAR: Daniel Nobre Bins (RS)

FLUMINENSE: Marcos Felipe; Gilberto, Nino, Digão e Orinho; Yuri, Allan, Daniel e Ganso; Yony González e Marcos Paulo. Técnico: Marcão.

ATLÉTICO-MG: Cleiton; Patric, Réver, Igor Rabello e Fábio Santos; Zé Welison, Jair (Vinícius ou Bruninho), Luan, Cazares e Marquinhos; Di Santo. Técnico: Vagner Mancini.

Futebol