Topo

Futebol


T. Neves "cavou" ida para Corinthians? Entenda situação do meia no Cruzeiro

Thiago tem histórico de ser decisivo no Cruzeiro, mas anda convivendo com críticas da torcida no clube celeste - Vinnicius Silva/Cruzeiro
Thiago tem histórico de ser decisivo no Cruzeiro, mas anda convivendo com críticas da torcida no clube celeste Imagem: Vinnicius Silva/Cruzeiro

Enrico Bruno

Do UOL, em Belo Horizonte

15/11/2019 12h00

Resumo da notícia

  • Thiago Neves declarou que tem vontade de um dia vestir a camisa do Corinthians
  • Jogador já foi cobiçado pelo clube paulista e voltou a ter seu nome ligado ao Timão
  • Declaração não caiu bem na torcida celeste, que já não anda bem com seu camisa 10
  • Momento financeiro ruim e desgaste com torcida podem contribuir para fim do ciclo do meia na Toca

Na tarde de ontem (14), o meia Thiago Neves deu uma declaração polêmica sobre seu futuro no Cruzeiro. O jogador concedeu entrevista ao canal Fox Sports e manifestou seu desejo de um dia jogar no Corinthians. Thiago ainda disse ter consultado seu empresário para saber se havia algo de concreto após ouvir notícias envolvendo seu nome e o clube paulista. Minutos mais tarde, concedeu entrevista na Toca da Raposa, minimizou o assunto e reforçou seu desejo de ficar na equipe. Contudo, mesmo que o meia seja titular e tenha a preferência de Abel Braga, seu prestígio já não é o mesmo de antes. Atuações dentro de campo e o momento financeiro ruim do Cruzeiro ajudam a afastar o status de inegociável que um dia teve o jogador.

Por contrato, Thiago Neves tem vínculo com o Cruzeiro até o final de 2020. Mas quando renovou pela última vez, uma nova cláusula foi colocada no acordo. Se Thiago entrar em campo por 42 partidas até o final desta temporada, ele ganhará automaticamente um novo contrato, válido até o fim de 2021. No momento, ele já fez 38 jogos com a camisa celeste.

Apesar da possibilidade de estender sua permanência, um novo contrato não garantiria Thiago no Cruzeiro. E um dos principais motivos para isso seria a falta de recursos para segurar o jogador. A situação financeira do Cruzeiro já é bastante delicada, convivendo com altas dívidas e dois meses de salários atrasados. Uma tentativa de enxugar a folha já será feita a partir do ano que vem. Ameaçado de rebaixamento, a diretoria ainda corre o risco de diminuir drasticamente suas cotas de TV caso tenha que disputar a segundona. Se isso acontecer, a permanência não só de Thiago, como de outros jogadores tarimbados pode ficar insustentável, além de atrair o olhar de outros clubes. Como o próprio meia alegou, a investida do Grêmio e principalmente do Corinthians, no início do ano, bateram "na trave", e "por pouco" ele não saiu.

Thomas Santos/AGIF
Imagem: Thomas Santos/AGIF

Outra coisa que mudou bastante para Thiago no Cruzeiro foi a imagem do jogador, que já vem sendo arranhada, algumas vezes por conta desse tipo de declaração. Essa mais recente também não caiu nada bem para a torcida, principalmente por causa do momento vivido pelo time, a poucos dias de fazer um duelo decisivo no Brasileirão contra o Avaí. E essa relação com a torcida nunca esteve tão ruim. O desgaste começou ainda no início da temporada, com rumores de sua saída, mas atingiu o ápice após o desentendimento com Rogério Ceni. Thiago não teve uma boa relação com o antigo técnico e foi considerado o pivô da saída do comandante. Durante a onda de manifestações dos torcedores pelos maus resultados, ficou nítido o apoio unânime dado ao treinador, talvez o único profissional do Cruzeiro que tenha sido poupado da fúria da torcida. Por outro lado, o meia foi o atleta mais questionado.

Em campo, a produção de Thiago Neves também está distante daquela que encantou os torcedores em 2017 e 2018. Mas neste quesito o meia não está sozinho, já que outros medalhões também estão tendo dificuldades para recolocar o Cruzeiro nos trilhos. Após herdar a camisa 10 de Arrascaeta, Thiago não mostrou um futebol condizente para o número que carregava nas costas. Agora, ele vê a pressão aumentar ainda mais e precisa voltar a render antes que a bonita história com a instituição ganhe um capítulo amargo neste final de ano.

Futebol