Topo

Flamengo inaugura busto de Nunes em meio às celebrações pelos 124 anos

Nunes (de azul) e Landim (camisa do Fla) na inauguração do busto em homenagem ao ex-jogador do Flamengo -  Paula Reis/CRF
Nunes (de azul) e Landim (camisa do Fla) na inauguração do busto em homenagem ao ex-jogador do Flamengo Imagem: Paula Reis/CRF

Do UOL, no Rio de Janeiro (RJ)

15/11/2019 11h48

Em meio às comemorações pelos 124 anos, completados hoje (15), o Flamengo inaugurou um busto em homenagem ao atacante Nunes, que teve marcantes passagens pelo Rubro-Negro e foi o autor de dois dos três gols na vitória por 3 a 0 na final do Mundial de Clubes de 1981, contra o Liverpool, da Inglaterra.

O evento, que aconteceu na Gávea, sede do clube, começou ainda cedo com fogos, charanga e uma missa na Capela São Judas Tadeu, com a presença de diversos dirigentes, incluindo o presidente Rodolfo Landim e o vice-presidente Rodrigo Dunshee. Nas redes sociais, o Rubro-Negro divulgou um funk em referência ao aniversário, com MC Maneirinho e FP do Trem Bala.

Antes da revelação do busto, Landim fez um breve discurso e enalteceu Nunes, lembrando que o jogador balançava a rede em momentos decisivos.

"Falar sobre a importância dele para a história do Flamengo é chover no molhado, não é? Nosso "Artilheiro das Decisões", um sujeito que fazia a gente soltar aquele grito de gol entalado na garganta e que nos deu muitas alegrias. Acho que é um meio de a gente poder eternizar, neste busto, a história que o Flamengo tem e essa grande figura, que fez tanto pelo Flamengo", disse Landim.

O ex-jogador, emocionado, ressaltou o amor pelo Flamengo e o orgulho de ter feito parte de importantes conquistas do clube. Além disso, salientou a torcida para que o Rubro-Negro volte a conquistar a Libertadores e o Mundial. No próximo dia 23, o time comandado por Jorge Jesus vai disputar a final sul-americana, em Lima, no Peru, contra o River Plate, da Argentina.

"Não tenho muitas palavras, mas são palavras sinceras. Eu amo essa nação, amo esse clube. Eu me orgulho muito de ter feito o Clube de Regatas Flamengo e a nação rubro-negro campeã do mundo. E nós estamos torcendo para que o Flamengo consiga novamente a Libertadores e o Mundial. A nação quer o mundo de novo! O meu dever, junto com meus companheiros e diretoria, foi feito, conseguimos tudo isso. Ficou muito, muito orgulhoso de ter vestido o manto sagrado, de ter honrado e ter conseguido todos os meus objetivos, todos os meus sonhos", afirmou ele, que completou:

"O dia hoje está sendo maravilhoso. Lançamento do meu busto... Estou muito feliz. É fruto de um trabalho realizado com profissionalismo, humildade. Foquei muito para buscar os objetivos, de conquistar todos os títulos com meus companheiros. Nação rubro-negra faz parte da minha vida, da minha história como jogador de futebol. Fiquei 12 anos aqui dentro, fui recebido com carinho e fiquei à vontade para realizar meu trabalho com meus companheiros, que se tornaram ídolos do futebol e do Flamengo. Fiz parte dessa geração".

Flamengo