Topo

'Opostos' para o Inter, Muriel e Allan voltam ao Beira-Rio para ajudar Flu

O goleiro Muriel e o volante Allan, hoje no Fluminense, são crias das categorias de base do Fluminense - Colagem de fotos de Mailson Silva / Fluminense e Lucas Merçon / Fluminense
O goleiro Muriel e o volante Allan, hoje no Fluminense, são crias das categorias de base do Fluminense Imagem: Colagem de fotos de Mailson Silva / Fluminense e Lucas Merçon / Fluminense

Alexandre Araújo e Jeremias Werneck

Do UOL, no Rio de Janeiro (RJ)

10/11/2019 04h00

Resumo da notícia

  • O goleiro Muriel foi uma das grandes apostas da diretoria do Inter para o elenco profissional
  • O volante Allan, por outro lado, foi negociado sem nem sequer chegar ao grupo principal
  • Ambos, porém, estão se destacando com a camisa do Fluminense, clube que defendem atualmente
  • Eles voltam ao Beira-Rio hoje (10) buscando ajudar o Tricolor a se afastar da zona de rebaixamento
  • Na última rodada, o Fluminense venceu o São Paulo, no Morumbi, e deixou a parte dos quatro últimos

O Fluminense encara o Internacional, fora de casa, buscando um novo triunfo para se afastar da zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro. A luta contra a parte inferior da tabela será o norte da equipe e, para cumprir este objetivo, o técnico Marcão pode ter a ajuda de dois jogadores que conhecem bem o adversário desta tarde: o goleiro Muriel e o volante Allan, destaques do Flu atualmente, foram formados pelas categorias de base do Colorado e retornam ao Beira-Rio com a missão de passar "o caminho das pedras".

A trajetória dos jogadores com o Internacional, porém, foi bastante diferente. Enquanto Muriel recebeu "todas as fichas" de aposta da diretoria do clube gaúcho para que pudesse assumir o gol da equipe profissional, Allan foi negociado ao Liverpool, da Inglaterra, sem nem sequer ter atuado no elenco principal. No Fluminense, ambos têm sido importantes na campanha no Brasileiro.

Revelado pelo Inter e apontado como grande joia, Muriel não conseguiu se firmar e se tornar unanimidade no clube. Entre base e elenco profissional, foram 10 anos de Colorado, passando por empréstimos ao Caxias, Portuguesa e Bahia. Sem espaço ao retornar do Tricolor baiano, acabou negociado junto ao Belenense, de Portugal, em 2017.

Acertou com o Fluminense no meio do ano para assumir uma posição que não encontrou um dono na temporada, passando nas mãos de Rodolfo, afastado após testar positivamente em exame antidoping, e Agenor. Até o momento, vem correspondendo as expectativas e se firmando.

Ricardo Duarte/SC Internacional
Imagem: Ricardo Duarte/SC Internacional

"É uma honra poder vestir essa camisa. Quando acabei a temporada em Portugal, vim de férias ao Brasil. Não vim pronto para ficar. Meu empresário conversava com vários times. Nos últimos dias, surgiu a possibilidade e não pensamos duas vezes. Estou feliz e fui muito bem recebido. Vou dar o máximo para colocar meu nome na história do Fluminense", apontou o goleiro, na apresentação oficial.

Já Allan, apesar de ter sido destaque na base, principalmente no time Sub-20, nas avaliações internas aparecia atrás de outros jogadores para subir ao elenco profissional. Em 2015, a proposta do Liverpool, da Inglaterra, de 500 mil libras (equivalente a R$ 2,4 milhões, segundo cotação da época) satisfez as expectativas da cúpula, que, então, vendeu o jovem de 18 anos.

Allan, com a faixa de capitão, em ação pelo time sub-17 do Internacional - Site oficial do Internacional
Allan, com a faixa de capitão, em ação pelo time sub-17 do Internacional
Imagem: Site oficial do Internacional

Sem conseguir o visto de trabalho para atuar na Inglaterra, o atual tricolor acabou emprestado ao Seinäjoki, da Finlândia. De 2015 até ano passado, esteve ainda no Sint-Truiden, da Bélgica, Hertha, da Alemanha, Apollon Limassol, do Chipre, e Eintracht Frankfurt, também da Alemanha, antes de acertar a transferência para o Fluminense.

Nas Laranjeiras, assim como Muriel, uma volta por cima. Comandado pelo então técnico Fernando Diniz - hoje no São Paulo - rapidamente conquistou espaço e chegou, inclusive, a ser convocado para a seleção brasileira sub-23.

"Quando vim para o Fluminense estava bem triste com o futebol, muito mesmo. Quando o jogador não está bem, afeta todos em volta na família. Cheguei aqui e, com a ajuda de todos, comecei a ter prazer de jogar de novo. Antes, jogava mais por obrigação, não como um trabalho. Agora, recuperei o prazer de jogar. Sou feliz aqui. Se sou feliz, por que vou para outro lugar? Gosto do Flu, gosto da cidade, das pessoas. O Fluminense é um clube grande, tem história", disse, em entrevista coletiva em julho.

FICHA TÉCNICA
INTERNACIONAL X FLUMINENSE

Data: 10 de novembro de 2019, domingo
Local: Beira-Rio, em Porto Alegre (RS)
Competição: Campeonato Brasileiro, 32ª rodada
Árbitro: Rodolpho Toski Marques (PR)
Assistentes: Bruno Boschilia e Ivan Carlos Bohn (ambos PR)
VAR: Paulo Roberto Alves Junior (PR)

Internacional:
Marcelo Lomba; Heitor, Víctor Cuesta, Bruno Fuchs e Uendel; Patrick, Rodrigo Lindoso, Edenílson e D´alessandro; Guerrero e Nico López ( William Pottker). Técnico: Zé Ricardo

Fluminense:
Muriel, Gilberto, Nino, Digão e Caio Henrique; Yuri, Allan, Daniel e Ganso; Yony González e Marcos Paulo. Técnico: Marcão

Fluminense