Topo

Jogadores do Inter lamentam protesto e estádio em silêncio após vitória

Marinho Saldanha

Do UOL, em Porto Alegre

10/11/2019 18h14

Os jogadores do Internacional lamentaram o estádio em silêncio e o tom de protesto da torcida após a vitória por 2 a 1 sobre o Fluminense, hoje (10), pela 32ª rodada do Brasileiro. O resultado recolocou o time gaúcho o grupo de classificação para a próxima Libertadores.

Durante a partida, as organizadas protestaram. A Guarda Popular cantou contra os jogadores, pedindo raça e chamando a equipe de "time sem vergonha". As demais silenciaram na etapa inicial e só apoiaram no segundo tempo.

"Dedicação dentro de campo nunca faltou. Confiança pode ser que tenha faltado às vezes. Ficamos abalados pelo que aconteceu. É difícil jogar com o clima assim, estádio em silêncio, uma parte da torcida apoia, outra não. Mas graças a Deus fizemos uma partida boa, ganhamos bem, mostramos intensidade e vencemos", disse Paolo Guerrero.

Os gols do Inter na partida foram marcados por Pottker. O jogador também lamentou o clima de protesto da torcida durante o jogo.

"Tivemos coragem de jogar. Tinha uma minoria nos criticando, mas botamos a cara e mostramos o que fizemos o ano todo. Chegamos às quartas de final da Libertadores e saímos para um finalista. Chegamos à final da Copa do Brasil. Hoje estamos brigando pelo G4 ou G6 do Brasileiro e queremos atingir os objetivos do clube", argumentou.

O Internacional é sétimo colocado no Brasileiro com 49 pontos. Na próxima rodada encara o Corinthians, fora de casa.

Internacional