Topo

Esporte


Jogador do Celtic celebra com acrobacia; jornais veem resposta a fascistas

Olivier Ntcham comemorou gol da vitória em Roma de cabeça para baixo - Celtic/Divulgação
Olivier Ntcham comemorou gol da vitória em Roma de cabeça para baixo Imagem: Celtic/Divulgação

Do UOL, em São Paulo

08/11/2019 14h39

O Celtic visitou ontem a Lazio, em jogo pela quarta rodada do Grupo E da Liga Europa 2019/2020, e venceu de virada por 2 a 1. No entanto, o resultado ficou em segundo plano na imprensa europeia diante de um fato: a comemoração de um jogador da equipe escocesa ao fim do jogo.

Autor do segundo gol do Celtic no Estádio Olímpico de Roma, o meio-campista Olivier Ntcham celebrou feito de cabeça para baixo no gramado. No entanto, o que poderia ser apenas uma acrobacia foi encarado por parte da imprensa europeia como uma provocativa resposta à torcida da Lazio.

Explica-se: antes do jogo entre as duas equipes em Glasgow, pela terceira rodada da chave, torcedores da Lazio passearam por Roma distribuindo saudações fascistas. Em resposta, a torcida do Glasgow exibiu faixas nas quais retratava a morte de Benito Mussolini, líder fascista que ocupou o cargo de primeiro-ministro da Itália entre 1922 e 1943. Ao ser morto pelos partigiani em 1945, Mussolini teve seu corpo pendurado de cabeça para baixo na Piazzale Loreto, em Milão, ao lado de outras figuras destacadas da extrema-direita italiana.

No jogo de ontem, Ntcham começou no banco de reservas, mas foi a campo aos 22 minutos da etapa final como substituto de Ryan Christie. Nos acréscimos, marcou o gol da vitória e comemorou respondendo às provocações que ouviu da torcida local com um dedo nos lábios, pedindo silêncio. Mais tarde, fez a acrobacia que acabou compartilhada pelo próprio Celtic nas redes sociais.

A celebração acabou notada pelos jornais europeus. "(Ntcham) protagonizou uma curiosa bananeira que muitos viram como uma imitação da forma como o corpo de Mussolini ficou pendurado", analisou o jornal espanhol ABC.

"O autor do gol foi Oliver Ntcham, que quis celebrar o gol da vitória de maneira muito especial. O jogador francês do Celtic, que havia recebido insultos racistas ao longo da partida, plantou uma bananeira, em clara mensagem aos ultras italianos para lembrá-los a morte de Mussolini de ponta-cabeça", reforçou o El Confidencial.

"Ao comemorar o gol, e não esquecendo alguns dos torcedores da Lazio, reconhecidamente apoiadores do fascismo, Ntcham recriou a morte de Benito Mussolini, antigo líder italiano que foi fuzilado de cabeça para baixo", descreveu o site do jornal português O Jogo.

O site oficial do clube não mencionou a comemoração. Ntcham apenas celebrou a torcida presente em Roma para o jogo. "Eles pareceram orgulhosos do time. Todo torcedor do Celtic pode se sentir orgulhoso hoje à noite", disse.

Com o resultado, o Celtic lidera o Grupo E da Liga Europa, somando dez pontos em quatro jogos - a Lazio, com três, é terceira. Na próxima rodada, o time italiano recebe o Cluj, da Romênia, que é vice-líder com nove pontos, enquanto o Celtic hospeda o já eliminado Rennes, da França, que tem um.

Fascismo e Benito Mussolini - Brasil Escola

Brasil Escola

Esporte