Topo

Esporte


Jogador vira youtuber para falar "segredos que não contam" da carreira

Nailson joga como zagueiro no Baltika Kaliningrado, da Rússia. Ele foi revelado pelo Santos em 2014 - Acervo pessoal
Nailson joga como zagueiro no Baltika Kaliningrado, da Rússia. Ele foi revelado pelo Santos em 2014 Imagem: Acervo pessoal

Gabriel Carneiro

Do UOL, em São Paulo

08/11/2019 04h00

Resumo da notícia

  • Nailson, zagueiro ex-Santos, tem um canal no YouTube chamado "Sonho de Jogador"
  • O jogador fala sobre bastidores da profissão, principalmente para jovens até 18 anos
  • O canal tem 250 mil inscritos e mais de 2 milhões de visualizações em seus vídeos
  • Nailson defende o Baltika, time da segunda divisão da Rússia, e está com 25 anos
  • Ele é responsável por planejar, gravar e até editar o conteúdo que é publicado

Ele ensina "exercícios insanos para definir o corpo", revela "o motivo de ser contratado para jogar na Rússia", conta os "segredos que não te contam", mostra "o melhor almoço antes de treinar", anuncia como é possível "nunca mais ficar na reserva", exibe "o apartamento onde vou morar", apresenta como funciona a definição do salário dos jogadores de futebol e a cada semana expõe bastidores dos jogos e treinos que participa.

A marca de 250 mil inscritos e mais de 2 milhões de visualizações em menos de um ano deixa claro que o canal "Sonho de Jogador" tem seu público. E o youtuber (e jogador) Nailson Medeiros sabe bem para quem está falando: "São meninos entre 8 e 18 anos, a grande maioria. Nesse meio do futebol tinha muitos garotos com curiosidade de saber como é a vida de jogador e hoje eu sou o único que faz esse tipo de conteúdo", conta.

Aos 25 anos, Nailson não é um nome tão conhecido do futebol brasileiro. Ele foi destaque em uma edição da Copa São Paulo de Juniores pelo Juventus e acabou negociado com o Santos em seguida. Foram apenas três partidas como profissional em 2014, no time de Lucas Lima, Gabigol e Geuvânio. Também chegou a atuar ao lado do ídolo Robinho. O zagueiro chegou à Europa na temporada 2015/2016 e jogou em três clubes antes de ser contratado pelo Baltika Kaliningrado, da Rússia.

Zagueiro apresentou novo cenário recentemente  - Reprodução/YouTube
Zagueiro apresentou novo cenário recentemente
Imagem: Reprodução/YouTube

É onde ele está hoje. E de onde grava o conteúdo para seu canal na internet.

"Quem deu a ideia do canal foi minha esposa [Cristiane]. Eu pensei se não teria uma repercussão negativa, mas depois vi que não tem problema, criei coragem e fiz o primeiro vídeo. Ficou muito feio, eu gaguejava bastante, tinha problemas para falar. Mas com o tempo fui desenvolvendo a habilidade de falar e isso tornou tudo mais fácil."

Nailson não dissocia a vida de youtuber e a de jogador. Ele anda com a câmera na mão e mostra viagens, bastidores, resenhas de jogadores e tudo que envolve o clube. Diz que pensa no conteúdo dos vídeos quase sempre no dia anterior. E é ele mesmo o responsável por editar e publicar o material: "Faço todas as correrias."

O vídeo mais bem-sucedido em visualizações nas últimas semanas se chama "Ganhamos do time que disputa Champions League". É um vlog de 26 minutos com imagens de treino e concentração, um papo bem-humorado em russo pelo celular com um companheiro ucraniano e que mostra até o banho do zagueiro no dia do jogo, além dos melhores momentos da partida contra o Krasnodar e sua volta para casa.

Mas ninguém acha ruim?

"Hoje em dia todo jogador gosta de marketing, gosta de aparecer. Todo mundo fica com celular na mão, tirando foto, fazendo vídeo, ligado no YouTube. Os meus companheiros acharam que é algo inovador", diz Nailson.

No Santos, Nailson foi relacionado para 25 jogos e atuou três vezes - Divulgação
No Santos, Nailson foi relacionado para 25 jogos e atuou três vezes
Imagem: Divulgação

O "Sonho de Jogador" conta com entrevistas com colegas de clube e até treinadores, além de uma série de "invasões" na privacidade do elenco. Mas nada comprometedor. "Eu faço bem feito, não mostro coisas como tática, treinamentos importantes, só os bastidores normais. Também não fico com a câmera o tempo todo, tem horas certas para fazer isso. Minha primeira profissão é o futebol. Gravar vídeos é a segunda."

Próximo passo é falar russo

Nailson colocou no ar ontem (7) o primeiro de uma série de vídeos que já vinha planejando há tempos: ele pediu para garotos inscritos em seu canal que estão tentando a carreira no futebol enviarem lances e analisou quatro jogadores e suas ações no último material, com explicações técnicas e táticas.

Um dos próximos desafios é produzir conteúdo em russo para os torcedores do Baltika: "Hoje a maioria do meu público é do Brasil, depois Portugal, porque eu já joguei lá. Tem alguns russos inscritos, mas eles só veem as imagens e acham muito legal. Eu falo um pouco de russo, mas não mostro nos vídeos porque o público é mais brasileiro. Quando eu falo russo com os coleguinhas russos coloco legenda para os meninos entenderem. Um dia quando eu estiver falando russo bem eu quero fazer vídeos em russo para esse público assistir meu canal, porque tem muitos fãs meus e da minha equipe que gostariam de ouvir a língua deles."

Só há uma coisa que pode atrapalhar: ele não planeja ficar mais muito tempo no clube. "Estou feliz aqui na Rússia, apesar das muitas dificuldades. Tirando o frio e a língua, que é difícil, mas estou estudando bastante, as cidades são bonitas e as pessoas são parecidas com o brasileiro. Tenho planos de voltar ao Brasil, mas não sei se é logo. Você nunca sabe. São três anos de contrato, mas não pretendo ficar aqui três anos, no máximo um. E quero fazer muitos jogos, até agora já são 18", conta, sempre com o aviso.

"Meu canal vai me acompanhar por onde eu for."

O Baltika é sexto colocado da segunda divisão do Campeonato Russo. Apenas dois sobem  - Divulgação
O Baltika é sexto colocado da segunda divisão do Campeonato Russo. Apenas dois sobem
Imagem: Divulgação

Esporte