Topo

Valentim retruca Jesus após críticas ao Bota: "Devia ficar de boca calada"

Do UOL, no Rio de Janeiro

07/11/2019 23h32

O técnico Jorge Jesus criticou a postura do Botafogo na derrota por 1 a 0 para o Flamengo, pela 31ª rodada do Campeonato Brasileiro, afirmando que o adversário teria ido a campo apenas para "bater" em seus jogadores. A declaração não caiu nada bem do outro lado. O técnico Alberto Valentim respondeu ao português. O treinador aprovou a atuação do Alvinegro e diz que ficou satisfeito com o que o time demonstrou em campo.

"Jesus falou uma grande bobagem, devia ter ficado de boca calada. Nosso time veio para jogar, fomos aguerridos, estão de parabéns. Tomamos um gol no fim, falou bobagem grande, não precisava. Cuida do time dele, que está bem. Ninguém veio para bater ou caçar alguém. Gostei da equipe, foi um pecado tomarmos o gol", disse o treinador do Botafogo.

"Quem conhece meu trabalho sabe que não faço isso. Não é perfil do nosso elenco caçar jogador. Os árbitros hoje estão rigorosos, tem o VAR para ajudar. Por isso ele falou uma grande bobagem. Fomos bem sim. Para jogar contra uma grande equipe tem que unir as duas coisas, fase defensiva muito forte na marcação e também com a bola", completou Alberto Valentim.

Em seguida, o treinador lamentou bastante a expulsão do atacante Luiz Fernando no início do segundo tempo, que jogou o Flamengo para o ataque até conseguir o gol da vitória. Valentim tratou de não culpar seu atleta, mas entende que a situação ficou bastante complicada após o lance.

"Fica mais difícil com um a menos, sem culpar o Luiz Fernando. Ele que perde a bola, tenta fazer a recomposição e fez a falta. Ficou mais difícil, estávamos bem no jogo, sem deixar o Flamengo criar chances claras de gol. Ficamos muito tempo com um a menos. Mesmo assim o Fla não teve chances claras de gol. Mas perdemos o poder ofensivo, com certeza", finalizou o treinador.

O Botafogo, por sua vez, vê rodada muito ruim. Com 33 pontos, o Alvinegro foi superado por tanto pelo Ceará e como pelo Fluminense e termina a 31ª rodada na zona de rebaixamento. O Alvinegro volta a campo na segunda, quando receberá o Avaí, no Nilton Santos.

Botafogo