Topo

Sassá não aproveita chance, e Cruzeiro perde atacante em alta para clássico

Do UOL, em Belo Horizonte

07/11/2019 04h00

O atacante Sassá perdeu uma ótima oportunidade de colocar uma dúvida na cabeça de Abel Braga para o clássico do Cruzeiro contra o rival Atlético-MG, marcado para este domingo. No empate de 0 a 0 contra o Athletico Paranaense, na noite de ontem, o centroavante recebeu sua chance como titular e poderia aproveitá-la para cavar ainda mais uma vaga na equipe. Mas Sassá foi do céu ao inferno na Arena da Baixada, acabou expulso e agora ficará de fora de mais uma decisão da Raposa.

O Cruzeiro sofreu com a forte ofensiva do Athletico na maior parte do tempo, mas conseguiu incomodar em alguns momentos. Com exceção do goleiro Fábio, que brilhou no jogo e garantiu o empate, Sassá estava sendo o melhor atleta celeste em campo e foi o maior responsável por essas ações ofensivas. Com bastante movimentação, o centroavante buscou o jogo, finalizou ao gol e deu trabalho para a defesa do Furacão, principalmente ao zagueiro Léo Pereira, que acabou amarelado. Mas a boa partida acabou interrompida aos 12 minutos do segundo tempo. Sassá chegou a comemorar o gol marcado, mas foi flagrado pelo VAR levando a bola com o braço. Como já tinha um amarelo, acabou expulso faltando ainda mais de meia hora de jogo.

Mesmo que não tivesse a titularidade garantida no clássico, o banho de água fria para Sassá veio por outro motivo. O companheiro Fred não vem em bom momento. O camisa 9 já não marca um gol com a bola rolando há mais de dois meses (fez três gols de pênalti) e já ouviu vaias da torcida. Por outro lado, Sassá teve o nome gritado em várias partidas, além de estar mais confiante e oportunista no momento. Por isso, mesmo que começasse o clássico no banco de reservas, havia uma tendência real que Sassá fosse utilizado ao longo da partida.

Sem Sassá, o Cruzeiro poderá contar com Pedro Rocha para o jogo de domingo. O atacante está recuperado de dores no tornozelo e pode ser opção no banco de reservas. Pedro já foi improvisado por Mano Menezes como centroavante e pode fazer essa função na ausência de Fred. O que pesa contra o atacante é sua falta de ritmo, já que ele atuou pela última vez há quase um mês. Outra alternativa no ataque é o jovem Vinícius Popó, que já fez alguns jogos no time principal e é uma das revelações das categorias de base celeste.

Cruzeiro