Topo

Futebol


Prass e Luan reencontram funcionários do Vasco: "Um sentimento de saudade"

Bruno Braz

Do UOL, no Rio de Janeiro

07/11/2019 12h24

A partida entre Vasco e Palmeiras ontem (6) em São Januário (RJ), vencida pelos paulistas por 2 a 1, foi especial para os alviverdes Fernando Prass e Luan. O goleiro e o zagueiro atuaram durante anos no Cruzmaltino e nutrem um grande carinho pelo clube carioca.

Luan, que foi revelado na divisão de base vascaína, esteve na companhia de vários familiares, alguns deles vestidos de Vasco, como sua sobrinha, e ficou no estacionamento do estádio conversando com velhos amigos até o momento da saída do ônibus palmeirense para o hotel.

Já Fernando Prass fez questão de visitar o vestiário cruzmaltino após a partida e permaneceu por lá durante muito tempo, conversando com roupeiros, massagistas e outros funcionários que trabalham há anos no Vasco. Para o goleiro, o sentimento é de saudade.

"Fui lá falar com o Sávio (roupeiro), Niltinho (roupeiro), Curumim (massagista)... Pessoal que trabalha aí. É um sentimento de saudade. E o sentimento de saudade é um sentimento bom, de gratidão. Até porque você só sente saudade de momentos bons que viveu. E eu vivi momentos muito bons aqui. Um título inesquecível (Copa do Brasil de 2011), um vice-campeonato brasileiro (2011)... Tínhamos um grupo excepcional e não adianta. Onde você joga, conquista títulos e faz amizade, você sempre vai levar com carinho", declarou ao UOL Esporte o arqueiro que, assim como Luan, também parou para conversar com antigos setoristas de imprensa do Vasco.

Tanto Fernando Prass quanto Luan foram titulares do Palmeiras ontem.

Mesmo à distância, a dupla, sempre que pode, manifesta sua torcida pelo Vasco.

Futebol