Topo

Luxemburgo vê perseguição e lamenta pontos perdidos por erros da arbitragem

Do UOL, no Rio de Janeiro

07/11/2019 00h37

Vanderlei Luxemburgo foi outro a criticar bastante o árbitro Rafael Traci (SC) após a derrota do Vasco para o Palmeiras, em São Januário. O técnico falou em "perseguição" do juiz ao zagueiro Leandro Castan, expulso no segundo tempo da partida.

"Esse árbitro persegue o Castan. Perseguição é uma coisa meio complicada. Acho isso uma covardia muito grande. Quantas faltas o time do Palmeiras fez no primeiro tempo e como ele amarelou o nosso time? É complicada a maneira como ele conduziu o jogo", declarou.

Luxemburgo questionou a postura do árbitro no lance que gerou mais reclamação: um suposto pênalti no zagueiro Henríquez, no fim da partida. O técnico pediu transparência ao VAR.

"Se o VAR chamou o juiz para ver, é porque colocou uma situação para o juiz analisar. É importante que o Gaciba venha a público e mostre a gravação com o árbitro. Mais ainda: o Luiz Adriano faz falta no Danilo antes de finalizar. Um absurdo", afirmou.

Por outro lado, Luxa elogiou a atuação da equipe apesar do resultado, que para ele, foi desfavorável, mais uma vez, por conta da arbitragem.

"Hoje gostei da equipe, da maneira como jogou. Forte, dura, contra um adversário difícil. Os lances que o Vasco tem sido prejudicado são lances importantes. O Vasco perdeu muitos pontos por causa da arbitragem", opinou.

O treinador lamentou os pontos perdidos pelo Cruz-Maltino na competição, voltando a bater na tecla de que a equipe vem sendo constantemente prejudicada pelos árbitros.

"Nós perdemos para Santos, Palmeiras, Bahia. Acho que a maneira de jogarmos aqui, por obrigação, acabamos jogando diferente daquilo que estamos acostumados a jogar. Somos mais reativos e saímos mais. Ficamos mais vulneráveis. Estamos sendo prejudicados em muitas coisas. Quantos pontos nós perdemos... Estaríamos pelo menos na zona de Libertadores. O Gaciba é um cara correto, está tentando melhorar a arbitragem. Mas eu não aguento mais ser prejudicado da forma como tem sido", disse.

Além disso, Luxemburgo também comentou a atuação do meio de campo, muito desfalcado para a partida. Para o treinador, o Vasco teve chances de vencer o jogo mesmo com os problemas, e destacou a atuação do colombiano Guarín.

"Nós tivemos possibilidades. Como o lado esquerdo estava com o Guarín, eu trouxe o Bruno César para lá e o Marrony por dentro. Conseguimos algumas situações. Não vi a derrota do Vasco passando pela escalação. O Guarín jogou 45 minutos contra o Fluminense. Eu deveria ter começado ao contrário, com ele na reserva. Refrescou ele. A frequência dele no jogo, ele caiu faltando 10, 15 minutos, mas ele teve uma frequência física muito boa. Tem tempo para recuperar", finalizou.

Com 39 pontos, o Vasco é o 12º colocado do Campeonato Brasileiro. O Cruz-Maltino não venceu nos últimos quatro jogos e pode ver a distância para a zona do rebaixamento, que é de sete pontos, diminuir até o fim da 31ª rodada.

Errata: o texto foi atualizado
Ao contrário do informado no último parágrafo do texto, o Vasco soma 39 pontos no Brasileirão e, não, 38. O erro foi corrigido.
ESPN, Ei PLus e Fox Sports

Assista aos jogos e programas de ESPN, EI Plus e Fox Sports sem TV a cabo.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{user.alternativeText}}
Avaliar:

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Vasco