Topo

Documentos de investigação sobre o Inter serão enviados à CBF e à Fifa

Vitório Píffero (centro) e Pedro Affatato (esquerda) estão entre os denunciados - Rafael Cabeleira/Divulgação/RC Assessoria
Vitório Píffero (centro) e Pedro Affatato (esquerda) estão entre os denunciados Imagem: Rafael Cabeleira/Divulgação/RC Assessoria

Marinho Saldanha

Do UOL, em Porto Alegre

07/11/2019 04h00

Os documentos da investigação do Ministério Público do Rio Grande do Sul que denunciou 14 pessoas entre ex-dirigentes, empresários e donos de empresas prestadoras de serviços envolvidos no suposto desvio de R$ 13 milhões do Internacional, serão encaminhados à CBF e à Fifa. A ideia dos promotores é que as entidades possam avaliar os casos prevendo futuras punições. Além de Vitório Píffero, Emídio Ferreira, Pedro Affatato e Carlos Pellegrini, ex-dirigentes do Internacional, estão denunciados os empresários Giuliano Bertolucci, Fernando Otto, Rogério Braun e Carlos Alberto Fedato, pelos crimes de lavagem de dinheiro e estelionato.

Para ler esta notícia na íntegra, além de outras novidades dos bastidores da bola, acesse a coluna De Primeira.

Internacional