Topo

Futebol


Abel Braga exalta "guerreiros" do Cruzeiro após empate contra o Athletico

Do UOL, em Belo Horizonte

07/11/2019 00h25

Diante das circunstâncias, o técnico Abel Braga exaltou os jogadores do Cruzeiro no empate de 0 a 0 contra o Athleticoempate de 0 a 0 contra o Athletico. Em sua entrevista após a partida, o comandante falou das dificuldades em jogar na Arena da Baixada, mas disse ter gostado da postura celeste, principalmente após ter que passar mais de meia hora com um a menos em campo.

"A equipe que foi guerreira demais. Se for olhar, até pouco tempo, o Orejuela estava fora, o Thiago Fora, Fred Fora... os jogadores foram de uma entrega excepcional contra uma equipe que é muito difícil aqui. Aqui eles quase sempre têm a bola. Pelo excelente jogo que estava fazendo o Sassá, Robinho distribuiu muito bem, o Éderson com saída, o Henrique com saída... A estratégia foi tentar quebrar a intensidade jogando uma pouco mais compactado. Eles rodavam, rodavam, rodavam a bola, mas não entravam. Depois da expulsão, eles vieram com tudo, mas nós soubemos administrar. Ainda não sabemos, mas esse ponto poderá ajudar lá na frente", comentou o treinador.

No primeiro tempo, o goleiro Fábio também teve participação muito importante para manter o placar inalterado. O goleiro celeste fez pelo menos cinco grandes defesas e salvou a equipe em momentos cruciais. Na etapa final, o camisa 1 teve menos trabalho, mas a vitória ficou mais distante depois que Sassá foi expulso. Aos 12 minutos, o atacante chegou a marcar o gol, mas a arbitragem pegou um toque de mão do centroavante, que acabou amarelado pela segunda vez e acabou deixando o campo mais cedo.

"Eu não acho que faltou maturidade (ao Sassá). A única coisa que achei estranho foi que, na hora, ele (árbitro) teria que dar o gol e depois escuta o VAR. Mas ele ficou parado e não apitou nada. Precisava do amarelo? Ele não quis enganar ninguém. Mas não estou fazendo crítica, até elogiei o árbitro, porque ele foi muito bem", acrescentou Abel.

Com o resultado, o Cruzeiro chegou aos 34 pontos na tabela. Apesar de ainda estar próximo dos últimos colocados, a Raposa segue evoluindo. Agora já são nove jogos sem perder sob o comando de Abel. No próximo domingo, o treinador terá pela frente o clássico contra o rival Atlético-MG.

Futebol