Topo

Danilo Barcelos detona arbitragem após derrota do Vasco: "Má vontade"

Do UOL, no Rio de Janeiro

06/11/2019 23h51

O Vasco perdeu para o Palmeiras em São Januário em partida marcada por muita reclamação dos jogadores sobre a arbitragem de Rafael Traci (SC). Na saída de campo, o lateral-esquerdo Danilo Barcelos questionou a intenção do árbitro, que não marcou pênalti no zagueiro Henríquez, já na reta final da partida.

"Óbvio que acho que foi falta. Eu estava na frente dele na jogada e teve uma "calçada" dele. Mas acho que isso é o de menos, o que importa é a má vontade do Traci para marcar as coisas para o nosso lado. Incrível como nas últimas partidas vem havendo muita má vontade, e a gente não pode falar muito, infelizmente, enfim. Depois, para olhar o pênalti de novo, teve uma certa dificuldade. Não é a primeira vez. Ele amarelou nosso time inteiro", opinou.

O lance a que o jogador se referia aconteceu aos 41 minutos, e acabou com expulsão de Leandro Castán, capitão vascaíno, por reclamação. Após consulta ao árbitro de vídeo, o juiz manteve a interpretação do campo e mandou o jogo prosseguir. Na Central do Apito, Sandro Meira Ricci concordou com a marcação de Traci, criticando até a utilização do VAR no lance. Na saída de campo, os torcedores xingaram muito a arbitragem.

Rafael Traci já havia se envolvido em polêmicas com o Vasco anteriormente. Foi o paranaense que apitou a partida entre o Cruz-maltino e o Santos, pela Copa do Brasil, onde os jogadores reclamaram bastante da anulação de um gol do zagueiro Ricardo Graça, aos 47 minutos do segundo tempo. Após o jogo, o árbitro expulsou o zagueiro Leandro Castán e o atacante Maxi López, ambos por reclamação.

Com 38 pontos, o Vasco perdeu uma posição e agora é o 12º colocado do Campeonato Brasileiro. A equipe de Vanderlei Luxemburgo não venceu nas últimas quatro rodadas, mas ainda mantém distância de sete pontos para a zona de rebaixamento, que pode diminuir até o fim da 31ª rodada.

Vasco