Topo

Futebol


Coelho elogia atletas e diz: "carrinho vale mais que drible no Corinthians"

Coelho comanda o Corinthians no jogo contra o Fortaleza - Bruno Ulivieri/AGIF
Coelho comanda o Corinthians no jogo contra o Fortaleza Imagem: Bruno Ulivieri/AGIF

Samir Carvalho

Do UOL, em São Paulo (SP)

06/11/2019 22h23

Após a vitória do Corinthians contra o Fortaleza por 3 a 2, hoje, na Arena de Itaquera, pela 31ª rodada do Campeonato Brasileiro, o técnico interino Dyego Coelho elogiou bastante os jogadores em entrevista coletiva. O ex-lateral disse que colocou sua ideia de jogo, mas que os méritos pertencem ao time por entender rápido a mudança de esquema e postura.

"Começou na segunda quando fizemos um treino intenso e na terça, quando pensamos em marcar pressão e mudar o comportamento. O treino precisa ser assim, e eles atingiram assim. São jogadores inteligentes, foi uma ideia nossa, de pressionar e fazer saída de três (com Gabriel na frente zaga). Com isso, conseguimos abastecer o nosso "nove" (Boselli). Foi uma ideia que colocamos, mas eles mudaram a chavinha", afirmou Coelho.

Além disso, Dyego Coelho, que foi lateral do Corinthians, passou uma "filosofia" sobre o clube paulista. Ele disse aos atletas que no Alvinegro um "carrinho" vale mais que um drible. Hoje, o time se entregou bastante contra o Fortaleza e, alguns jogadores, até despencaram no gramado após o término da partida.

"Nós temos uma nação, o torcedor ele ama o Corinthians. Eles estão sempre aí nos apoiando. Jogador quando joga no Corinthians tem que entender uma coisa. Um carrinho vale mais que um drible. Eles entenderam isso hoje", disse.

"O boleiro gosta da verdade. A gente está numa briga por Libertadores. Você tem que ser verdadeiro com o jogador e ele vai entender. Eles entenderam o recado, eles deram o recado. É um orgulho tremendo estar com eles. Falei isso na preleção", completou.

O resultado positivo alivia a pressão sobre o Corinthians. O clube alvinegro interrompe uma sequência de oito jogos sem triunfos e vai aos 48 pontos, retomando o embalo na briga por um lugar na próxima edição da Copa Libertadores.

Enfim com uma vitória nesta reta final de competição, o Corinthians tem pela frente o clássico contra o Palmeiras, no sábado, às 19h (de Brasília), no estádio do Pacaembu.

Futebol