Topo

Bruno Henrique aprova mudança na final Libertadores e cita tragédia evitada

Bruno Henrique comemora gol do Flamengo. Atacante decisivo em 2019 - Jeferson Guareze/AGIF
Bruno Henrique comemora gol do Flamengo. Atacante decisivo em 2019 Imagem: Jeferson Guareze/AGIF

Do UOL, no Rio de Janeiro

06/11/2019 08h46

Autor de três gols na goleada por 4 a 1 sobre o Corinthians, Bruno Henrique, do Flamengo, disse ter concordado com a mudança de sede da final da Libertadores, dia 23 de novembro.

Com o Chile mergulhado em protestos, a Conmebol optou por tornar Lima, no Peru, o palco de Flamengo x River Plate. Para ele, a decisão foi benéfica para todos os lados.

"Estamos mais tranquilos. Jogar uma final da Libertadores em um país com grandes problemas não seria legal para ninguém. Seria um prato cheio para manifestações. Poderia acontecer algo trágico", disse ele.

Em alta, o jogador reencontra amanhã (7) o Botafogo, às 20h, no Nilton Santos. O Alvinegro foi o rival da estreia do atleta pelo Rubro-Negro. Na ocasião, saiu do banco e marcou duas vezes.

"Não tem estreia melhor do que essa. Fiz dois gols, fui super feliz no meu primeiro jogo. Estou muito motivado, é mais uma final para a gente. Quando se trata de clássico, cada um vai tentar fazer o melhor jogo. No jogo não entra a vida financeira dos clubes", afirmou.

Flamengo