Topo

Notícias do SPFC: Pablo faz gols, Dani Alves no Reffis e Jucilei desabafa

Volante Jucilei no CT da Barra Funda - Marcello Zambrana/AGIF
Volante Jucilei no CT da Barra Funda Imagem: Marcello Zambrana/AGIF

Do UOL, em São Paulo

04/11/2019 17h20

O São Paulo começou a preparação para enfrentar o Fluminense. Hoje (4) de manhã, no CT da Barra Funda, os jogadores reservas disputaram um jogo-treino com o sub-19 do clube. Recuperado de estiramento na coxa direita, Pablo foi um dos destaques dos profissionais, ao marcar dois gols na vitória por 3 a 1.

Ainda artilheiro do time na temporada com sete gols, o atacante não atua desde a partida contra o Bahia, em outubro. Após o término da atividade de hoje, o jogador conversou bastante com o técnico Fernando Diniz, que também falou com Hernanes. Na última semana, ele havia treinado com os demais companheiros na sexta-feira.

A equipe principal contou com jogadores que foram considerados reservas na rodada anterior do Campeonato Brasileiro, contra a Chapecoense. O time entrou em campo: Lucas Perri; Juanfran, Luan, Walce e Léo; Hudson, Hernanes e Calazans; Igor Vinícius, Pablo e Pato. Helinho abriu o placar pela equipe da base, enquanto Calazans fez o outro tento dos profissionais.

Mesmo sem pisar no gramado, Daniel Alves retomou a rotina de treinamento. O camisa 10 levou uma pancada na região do quadril durante a partida contra a Chapecoense e precisou ser substituído por Juanfran no intervalo. Hoje, ele trabalhou junto com os demais jogadores e, a princípio, não preocupa para o confronto de quinta-feira, contra o Fluminense, pelo Campeonato Brasileiro.

Desfalque do Tricolor paulista nos últimos dois confrontos por causa de desgaste muscular, Liziero também não foi para o campo nesta manhã. O meio campista treinou na academia e ainda não há uma previsão de quando ele será liberado para integrar o time. No último fim de semana, os dados coletados ainda apontavam a possibilidade de o jogador se lesionar.

Quem também não participou da atividade no gramado foi o zagueiro Anderson Martins. O defensor foi liberado pelo São Paulo para acompanhar o nascimento do filho.

Os titulares fizeram o trabalho regenerativo, e após a atividade, Fernando Diniz reuniu o elenco para uma conversa. A ideia era analisar o desempenho do time na rodada anterior.

Depois da conversa, Jucilei concedeu entrevista e disse se considerar injustiçado por ter ficado um período longe do Morumbi. Durante a pausa no nacional para a disputa da Copa América, ele foi afastado do São Paulo. O volante não fazia parte dos planos de Cuca, então técnico do Tricolor paulista. Por isso, fora liberado para negociar com outros clubes. O jogador não acertou com outra equipe e foi reintegrado por Diniz.

"Contrato é sempre feito para ser cumprido. Estou aqui há dois anos, temos mais dois e espero cumprir. Não vou citar um culpado. Sei de uma coisa: fui afastado injustamente. Não sou um cara baladeiro, nem aquele que chega atrasado. Geralmente, quem faz uma cagada é afastado, e esse não é o meu caso. Agora é página virada. Estou muito feliz pela recepção, dos jogadores, da diretoria, de todos, desde a portaria ao presidente", disse Jucilei.

Nesse período afastado, o volante trabalhou no Rio de Janeiro, com a ajuda do preparador físico particular. Na época, chegou até a esvaziar o seu armário no CT da Barra Funda. Neste sábado, ele disputou a sua primeira partida com a camisa do Tricolor.

"Estou me sentindo bem. Peguei um personal. Treinei na praia e joguei futevôlei, algo que dá uma boa condição física. Pude fazer dois períodos e estou preparado. São oito rodadas decisivas. Sabemos que nosso objetivo é a vaga na fase de grupos da Libertadores. Vamos em busca disso", completou o volante.

São Paulo