Topo

Futebol


Renato cita 'goleiro espectador', chances e define Gre-Nal: "Massacre"

Lucas Uebel/Grêmio FBPA
Imagem: Lucas Uebel/Grêmio FBPA

Jeremias Wernek

Do UOL, em Porto Alegre

03/11/2019 21h12

Massacre. Assim Renato Gaúcho definiu o Gre-Nal 422, hoje (3), na Arena do Grêmio. O treinador do Grêmio lembrou as chances de gol contra o Internacional, além do placar de 2 a 0, e disse que Paulo Victor foi um mero espectador no clássico válido pela 30ª rodada do Campeonato Brasileiro.

O Grêmio venceu com os gols de Pedro Geromel e Rômulo.

"O Grêmio sempre sufoca o adversário, joga no campo do adversário. Hoje o Paulo Victor foi um espectador", disse Renato Portaluppi depois do clássico.

E de fato, o goleiro do Grêmio não executou nenhuma defesa importante. No primeiro tempo, sequer fez intervenção. Mais além, na entrevista coletiva, o treinador lembrou as oportunidades criadas antes e depois da expulsão de Marcelo Lomba.

"Hoje mesmo, com todo respeito ao clube Internacional, mas quem viu o jogo comprovou. Foi massacre. Ficou barato o 2 a 0. Barato. Só ver os lances, as jogadas. O Inter deu cinco chutes, nenhum no gol. Se meu time não tira o pé, e não foi ordem minha, seria goleada. Mas está de bom tamanho, conseguimos os três pontos", comentou Renato.

Futebol