Topo

Futebol


Fla goleia Corinthians e mantém folga na liderança; Carille não resiste

Do UOL, em São Paulo (SP)

03/11/2019 17h54

O Flamengo goleou o Corinthians por 4 a 1 hoje (3), no Maracanã, pela 30ª rodada do Campeonato Brasileiro, com três gols do atacante Bruno Henrique e um belo gol de Vitinho. Mateus Vital fez o "gol de honra" do Timão. A vitória mantém a liderança do Fla com folga na competição. A vantagem para o Palmeiras é de oito pontos: 71 contra 63.

Se o Fla mantém a boa fase, o Corinthians se afunda na crise. Agora são oito jogos sem vencer. Além disso, o técnico Fábio Carille, apesar de não assumir publicamente, "perdeu o grupo". A goleada complicou ainda mais a situação do treinador corintiano, que foi demitido do clube momentos após a derrota.

O jogo taticamente foi como a maioria esperava: ataque contra defesa. O Timão, com sua retranca demasiada, suportou até o fim do primeiro tempo, quando sofreu dois gols de Bruno Henrique: aos 45 e 46 minutos. Se não bastasse, o atacante do Fla fez o terceiro logo no primeiro minuto do segundo tempo.

Após mais uma vitória, o Flamengo tem clássico contra o Botafogo na quinta-feira (7), às 20h, no Engenhão, pela 31ª rodada da competição. O Corinthians, por sua vez, enfrenta o Fortaleza na próxima quarta-feira (6), às 19h30 (de Brasília), na Arena de Itaquera.

O melhor: Bruno Henrique é decisivo

O atacante Bruno Henrique brilhou ao marcar três gols no duelo contra o Corinthians. Além da boa pontaria, ele se deslocou bastante para criar jogadas e "quebrar as linhas" do ferrolho corintiano.

O pior: Uruguaio fica perdido em campo

O zagueiro Bruno Méndez, que substitui Manoel, ficou perdido com a velocidade do Flamengo. Além disso, o uruguaio demonstrou deficiência em relação ao posicionamento.

Corinthians muda esquema, mas não postura

Pressionado, Fábio Carille modificou um pouco esquema para o duelo contra o Fla. Do rotineiro 4-1-4-1, ele escalou o time no 4-4-1-1, com a segunda formada por Ramiro, Ralf, Junior Urso e Mateus Vital. Já Pedrinho atuava próximo a Gustavol no comando do ataque. No posicionamento defensivo, ele atuava atrás do camisa 19, mas quando o time atacava, ele se deslocava para o lado direito, ao lado do centroavante. O problema é que a postura continuou a mesma, com a segunda linha muito próxima a primeira e, inclusive, até dentro da área. Por conta disso, o Flamengo teve trabalho para entrar na área do Timão, mas invertidas de bola e lançamentos em diagonais tentavam "quebrar as linhas" do Corinthians. Em uma delas, Everton Ribeiro saiu na cara de Cássio, que fez pênalti e resultou no primeiro gol e, em outra, Gerson "achou" Bruno Henrique livre. O ex-santista tocou na saída de Cássio, com cavadinha, para fazer 2 a 0 no fim do primeiro tempo.

Pênalti que corintianos reclamam "abre porteira"

O Flamengo enfrentou muitas dificuldades para quebrar o ferrolho corintiano no jogo e só conseguiu em um pênalti que gerou muita reclamação do adversário. Com o Corinthians atuando com as duas linhas na frente da área, o time carioca "rodava" a bola para tentar furar o bloqueio. A estratégia foi abusar das jogadas diagonais, tanto por baixo, como por cima. Foi assim que o Fla encontrou os seus gols no primeiro tempo. No entanto, o primeiro deles, Arrascaeta foi derrubado por Cássio em saída rápida do goleiro. Os corintianos alegam que o goleiro pegou a bola antes da trombada. O juiz não quis saber e marcou o pênalti. Bruno Henrique bateu, Cássio defendeu, mas no rebote o atacante pegou o rebote e abriu o placar, aos 45. Um minutos depois saiu o segundo gol, também marcado por Bruno Henrique, que tocou na saída de Cássio após belo lançamento de Gerson. Se não bastasse, o camisa 27 marcou mais um logo no primeiro minuto do segundo tempo. O Timão descontou com Mateus Vital, aos seis da segunda etapa.

Everton Ribeiro conduz o Flamengo

O camisa 7 não deixou sua marca, mas foi o grande responsável pela dinâmica da equipe. Com bons passes e deslocamentos constantes, o camisa 7 deu opções para a equipe e foi una das principais armas do time na construção. Ao lado de Rafinha, infernizou o lado esquerdo de defesa do rival.

Confusão da Fiel no Maracanã

Tão logo o Flamengo marcou o quarto gol, uma confusão teve inicio na torcida do Corinthians. Dezenas de policiais militares chegaram ao setor dos visitantes e conseguiram acalmar os ânimos.

FICHA TÉCNICA
FLAMENGO 4 X 1 CORINTHIANS

Data: 3 de novembro de 2019, domingo
Horário: 16h (de Brasília)
Local: Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ)
Árbitro: Jean Pierre Gonçalves Lima (RS)
Auxiliares: Leirson Peng Martins (RS) e José Eduardo Calza (RS)
VAR: Leandro Pedro Vuaden (RS)

Gols: Bruno Henrique aos 45 e 46 do 1º tempo e ao 1º do 2º tempo, e Vitinho aos 21 do 2º tempo (Flamengo); Mateus Vital aos 6 do 2º tempo (Corinthians)

FLAMENGO: Diego Alves; Rafinha (Rodinei), Rodrigo Caio, Pablo Marí e Renê; Willian Arão, Gerson e De Arrascaeta (Diego); Everton Ribeiro, Bruno Henrique e Reinier (Vitinho).
Técnico: Jorge Jesus

CORINTHIANS: Cássio (Caique); Fagner (Michel Macedo), Bruno Méndez, Gil e Carlos Augusto; Ralf, Júnior Urso e Pedrinho; Ramiro (Janderson), Gustavo e Mateus Vital.
Técnico: Fábio Carille

Errata: o texto foi atualizado
Ao contrário do informado no texto, o pênalti cometido por Cássio foi em Arrascaeta e, não, em Everton Ribeiro. O erro foi corrigido.
ESPN, Ei PLus e Fox Sports

Assista aos jogos e programas de ESPN, EI Plus e Fox Sports sem TV a cabo.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{user.alternativeText}}
Avaliar:

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Futebol