Topo

Flu x Vasco reserva duelo entre contestado Marcão e prestigiado Luxemburgo

Marcão balança no cargo de treinador do Fluminense, enquanto Luxa se encontra prestigiado no Vasco - Colagem de fotos de Lucas Merçon / Fluminense F.C e Jeferson Guareze/Agif
Marcão balança no cargo de treinador do Fluminense, enquanto Luxa se encontra prestigiado no Vasco Imagem: Colagem de fotos de Lucas Merçon / Fluminense F.C e Jeferson Guareze/Agif

Alexandre Araújo e Caio Blois

Do UOL, no Rio de Janeiro (RJ)

02/11/2019 04h00

Resumo da notícia

  • Fluminense e Vasco se encontram pela quarta vez nesta temporada, a segunda pelo Campeonato Brasileiro
  • Time tricolor, mandante, está na zona de rebaixamento e o técnico Marcão balança no cargo
  • O Vasco encontra-se em situação um pouco mais confortável na tabela e diretoria conversa com Luxemburgo para 2020
  • Clássico pode ser divisor de águas para as equipes no Brasileiro

Fluminense e Vasco se encaram em momentos um pouco diferentes no Campeonato Brasileiro, mas, talvez, com a maior discrepância à beira do gramado. Enquanto Marcão vem sendo contestado e balança no cargo, podendo ver o clássico, inclusive, como fim da linha como técnico do Tricolor, Vanderlei Luxemburgo está prestigiado junto à torcida e à diretoria vascaína e já há conversas em andamento para uma renovação.

Marcão e Luxemburgo assumiram os comandos das equipes do Fluminense e Vasco, respectivamente, com a mesma missão: afastar o time da zona de rebaixamento. Entre triunfos e tropeços, Marcão não chega a ser unanimidade e vê a situação à frente do time balançar. A cúpula tricolor, inclusive, estuda o mercado em busca de novos nomes, tendo Cuca como preferido e Enderson Moreira correndo por fora.

O time das Laranjeiras chega para o clássico com uma sequência de quatro rodadas sem vencer no Brasileiro. A equipe estacionou nos 30 pontos, patamar alcançado após sequência positiva de cinco partidas sem derrota, no começo do trabalho do então auxiliar permanente, efetivado depois de vitória sobre os reservas do Grêmio, no Maracanã.

Do outro lado, aos poucos, Luxa, que assumiu quando o Vasco estava na lanterna, com apenas um ponto, vem conseguindo fazer com que a zona de rebaixamento seja vista como algo distante.

Diante dos resultados, o torcedor vascaíno, antes preocupado com a queda, já se pegou até mesmo sonhando com uma vaga na Libertadores do ano que vem. Neste cenário, já há tratativas para que uma renovação do vínculo, que vai até o fim do ano, possa ser assinada. Luxemburgo, porém, evita falar em 2020 e aponta "pé no chão" ao lembrar que o Vasco ainda precisa somar pontos para se livrar da parte inferior da tabela.

"Pensando em 2020? Ainda não conseguimos concluir nossa etapa em 2019. Estamos trabalhando para conseguir mais seis, sete pontos... Não vejo sentar e pensar em 2020. Tivemos algumas coisas direcionadas, mesmo que eu não continue preciso desenhar", disse, após a derrota para o Grêmio, na última quarta-feira (30).

Passado não ajuda Marcão e não foi obstáculo a Luxa

A curiosidade pelos momentos distintos dos treinadores fica por conta também do passado de ambos. Antes de ser treinador do Fluminense, Marcão defendeu o Tricolor em campo e se tornou um dos jogadores mais identificados com o torcedor do clube das Laranjeiras, o que não vem impedindo as críticas das arquibancadas.

Sem vencer há quatro jogos, o treinador balança no cargo, e pode voltar a ser auxiliar. A indefinição sobre seu futuro, inclusive, fez a diretoria divergir em opiniões. Há quem defenda a queda de Marcão.

Luxemburgo, por outro lado, chegou ao Vasco tendo uma grande identificação com o rival Flamengo, clube do qual é torcedor declarado. Apesar disso, caiu nas graças dos cruzmaltinos, que se mostram favoráveis pela continuidade do trabalho.

FICHA TÉCNICA
FLUMINENSE X VASCO

Data e horário: 02 de Novembro de 2019, às 19h (de Brasília)
Local: Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ)
Árbitro: Raphael Claus (SP)
Assistentes: Danilo Ricardo Simon Manis (SP) e Alex Ang Ribeiro (SP)
VAR: Jose Claudio Rocha Filho (SP)
FLUMINENSE: Muriel; Gilberto, Luccas Claro, Digão e Caio Henrique; Yuri, Allan, Daniel e Ganso; Yony González e Marcos Paulo. Técnico: Marcão.
VASCO: Fernando Miguel, Pikachu, Henríquez, Leandro Castan e Henrique; Richard, Bruno Gomes e Guarín; Rossi, Marrony e Ribamar. Técnico: Vanderlei Luxemburgo

Fluminense