Topo

Cruzeiro vence Botafogo, deixa rival na confusão e coloca Flu na degola

Do UOL, no Rio de Janeiro

31/10/2019 23h27

O Cruzeiro venceu o Botafogo por 2 a 0 nesta quinta-feira, no Nilton Santos, e deixou a zona de rebaixamento - o Fluminense, que perdeu para o Ceará ontem (30) está entre os quatro últimos. Os gols dos mineiros foram marcados pelo jovem Cacá ainda no primeiro tempo e Ederson no segundo. Os donos da casa pressionaram, mas não conseguiram a reação no Rio de Janeiro.

O resultado não é nada bom para o Botafogo que vê a diferença para a zona de rebaixamento cair em um ponto - agora são apenas três de gordura. O Alvinegro segue com 33 pontos e caiu para a 14ª posição. O time volta a campo no domingo, quando visitará o Santos, na Vila Belmiro.

O Cruzeiro, por sua vez, respira aliviado após muitas rodadas na zona de rebaixamento. Os mineiros chegaram aos 32 pontos na 16ª posição do Campeonato Brasileiro. O time celeste volta a campo no domingo, quando receberá o Bahia, no Mineirão.

Os melhores: Gabriel e Fábio

Pelo lado do Botafogo Gabriel e Marcinho se destacaram. A dupla de defesa, no entanto, não conseguiu dar vitória aos donos da casa. Diferentemente de Fábio, que teve grane atuação e fez boas defesas para evitar o empate.

Os piores: Luiz Fernando, Valência e Diego Souza

Os jogadores de frente do Botafogo tiveram atuação de baixíssimo nível. Luiz Fernando e Valência erraram quase tudo que tentaram. Já Diego Souza está visivelmente fora de forma.

Torcida comparece em bom número

O clube convocou e fez promoção com preços populares. A torcida não pensou duas vezes e comprou o barulho. Com entradas a partir de R$ 5, o Nilton Santos viu os setores Leste Inferior e Leste Superior esgotados desde o início da noite. Vale lembrar que os botafoguenses tiveram papel decisivo na vitória sobre o CSA na semana passada.

Cícero é barrado por Valentim

O técnico Alberto Valentim realizou uma importante mudança no time titular do Botafogo. Cícero perdeu a vaga e deu lugar a Bochecha no meio de campo. O experiente volante vive má fase e vinha sendo bastante questionado pela torcida nos últimos jogos.

Gabriel salva Botafogo

Com jogo muito pegado no meio de campo, as equipes apostavam no erro doa dversário para chegar ao gol. O Cruzeiro teve uma grande oportunidade logo no início da partida. Marquinhos Gabriel estava bem posicionado e aproveitou bobeada da zaga para ficar livre cara a cara com Gatito. Gabriel se recuperou bem e fez o corte.

Luiz Fernando responde

O Botafogo só conseguiu dar o primeiro chute a gol após 19 minutos. Luiz Fernando aproveitou cruzamento da esquerda e girou em cima da zaga do Cruzeiro. O chute, no entanto, saiu por cima do gol de Fábio que apenas acompanhou a bola.

Cruzeiro abre placar

Em jogo equilibrado, as jogadas de bola parada eram um importante trunfo para as equipes. E foi justamente assim que o Cruzeiro abriu o placar. Thiago Neves cobrou escanteio na cabeça de Cacá que subiu mais que Bochecha e estufou as redes de Gatito Fernández: 1 a 0.

Botafogo tenta reagir, mas irrita Valentim

O Botafogo até tentou a reação, mas tinha atuação muito ruim. Errando em demasia, os jogadores levaram o técnico Alberto Valentim à loucura. O treinador gesticulava o tempo todo e demonstrava sua irritação com o desempenho da equipe. Leo Valência, em especial, era quem parecia estar o tirando do sério mais vezes.

Fábio impede empate do Botafogo

O Botafogo voltou diferente para o segundo tempo e disposto a buscar o empate no Nilton Santos. Logo aos 5min, João Paulo quase marcou para os donos da casa, mas faltou combinar com Fábio. O goleiro do Cruzeiro fez grande defesa e impediu que o camisa 5 marcasse da entrada da área.

Botafogo pressiona, mas perde chances

O Botafogo passou a acumular chances desperdiçadas. Muitas vezes o pé estava fora da forma, mas em outras faltou um pouco de sorte ao time. Marcinho, por exemplo, arrancou suspiros ao acertar lindo chute de fora da área. A bola passou raspando a trave de Fábio.

BOTAFOGO 0 X 2 CRUZEIRO

Data e hora: 31/10/2019, às 21h30 (horário de Brasília)
Local: Nilton Santos, no Rio de Janeiro (RJ)
Árbitro: Caio Max Augusto Vieira (RN)
Auxiliares: Jean Marcio dos Santos (RN) e Nailton Júnior de Sousa Oliveira (CE)
VAR: Adriano Milczvski (PR)
Gols: Cacá, aos 25min do primeiro tempo;
Cartões amarelo:

Botafogo
Gatito Fernández; Marcinho, Carli, Gabriel e Yuri; Bochecha e João Paulo; Luiz Fernando, Diego Souza e Leo Valência (Alex Santana); Victor Rangel (Igor Cássio). Técnico: Alberto Valentim

Cruzeiro
Fábio; Orejuela, Fabrício Bruno, Cacá e Egídio; Henrique, Ederson, Marquinhos Gabriel e Thiago Neves; David e Fred. Técnico: Abel Braga

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{user.alternativeText}}
Avaliar:

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Botafogo