Topo

Futebol


Olheiro do Barça faz "turnê" no Brasil: quem viu e que jogadores agradaram

Ex-jogador Éric Abidal se tornou diretor esportivo do Barcelona e acompanha jogos no Brasil - AFP PHOTO / LLUIS GENE
Ex-jogador Éric Abidal se tornou diretor esportivo do Barcelona e acompanha jogos no Brasil Imagem: AFP PHOTO / LLUIS GENE

Ricardo Perrone e Thiago Fernandes

Do UOL, em São Paulo e Belo Horizonte

30/10/2019 04h00

Resumo da notícia

  • Éric Abidal chegou ao Brasil no fim da última semana para acompanhar o Mundial Sub-17
  • Diretor esportivo do Barcelona aproveita para assisitr a alguns jogos do futebol profissional, observar atletas e estreitar laços com clubes
  • Abidal foi ao jogo entre São Paulo e Atlético-MG, gostou do que viu de quatro atletas: Liziero, Igor Gomes, Antony e Luan
  • Ramón Planes, braço-direito de Abidal, foi ao Maracanã para assistir a Flamengo x Grêmio e fez relatório de Rodrigo Caio, Matheus Henrique e Everton
  • O dirigente aproveita a estadia no Brasil para se reunir com alguns clubes. Ele já visitou São Paulo e Cruzeiro, sempre acompanhado de André Cury

Éric Abidal, diretor esportivo do Barcelona, está no Brasil desde a última semana. Ele chegou ao país com o intuito de acompanhar o Mundial Sub-17. No entanto, aproveita a visita para observar jogadores e estreitar relações com alguns dos principais clubes do país, como já aconteceu com São Paulo e Cruzeiro.

Sempre acompanhado do agente André Cury, representante do Barça na América do Sul, o francês tenta mapear o mercado local para eventual busca de reforços. A intenção é evitar novas perdas para o Real Madrid no mercado da bola, como ocorreu nos casos de Rodrygo e Vinícius Júnior mais recentemente.

O motivo principal para a presença de Abidal no Brasil é a disputa do Mundial Sub-17. O ex-jogador terá a incumbência de apontar futuros craques para o Barcelona. Ele, no entanto, ainda não esteve sequer em uma partida do torneio de base. A ideia é que ele acompanhe os jogos in loco a partir da fase de mata-mata. No decorrer da fase de grupos, o dirigente delegou a obrigação a um olheiro do clube: Ramon Planes.

Planes foi o primeiro da comitiva a chegar ao Brasil. O scout assistiu à partida entre Flamengo e Grêmio, pela semifinal da Libertadores, por recomendação de André Cury. O agente, inclusive, esteve ao lado do olheiro no Maracanã. A dupla entregou relatórios sobre o zagueiro Rodrigo Caio (Flamengo), o volante Matheus Henrique (Grêmio) e o atacante Everton Cebolinha (Grêmio) a Abidal. O trio é monitorado pelos espanhóis.

Éric Abidal chegou ao Brasil logo depois do jogo entre Flamengo e Grêmio. O diretor esportivo foi ao Morumbi para assistir à vitória do São Paulo sobre o Atlético-MG. Durante o jogo, fez algumas observações. Liziero chamou a atenção positivamente do diretor do Barcelona, que também está de olho em Igor Gomes, Antony e Luan.

"Na verdade, ele veio ao Brasil para acompanhar o Mundial e estreitar as relações com alguns clubes. Por isso, fez visita ao São Paulo", disse André Cury, representante do Barça na América do sul, em rápido contato com o UOL Esporte.

Na tarde de segunda-feira, Abidal foi ao CT da Barra Funda para acompanhar as atividades do São Paulo. Ele se encontrou com Daniel Alves, com quem jogou no Barcelona, e conversou com outros atletas e membros da diretoria tricolor. A ideia é aproximar o clube catalão ao do Morumbi. O mesmo aconteceu com o Cruzeiro, na tarde de ontem. A presença, porém, foi somente nas divisões de base do clube. Ele esteve ao lado dos dirigentes que coordenam as categorias inferiores, na Toca da Raposa I.

Éric Abidal, agora, segue a turnê pelo Brasil para visitar clubes locais e assistir a alguns jogos do Brasileirão. O diretor esportivo, na sequência, assistirá aos jogos do Mundial Sub-17, o qual se encerra em 17 de novembro.

Futebol