Topo

Futebol


Corinthians perde para CSA, tem 7 jogos sem vencer e deixa G6 do Brasileiro

Do UOL, em São Paulo (SP)

30/10/2019 23h27

Resumo da notícia

  • Time de Carille acumula sete rodadas sem vencer pelo Brasileirão
  • Corinthians agora ocupa a sétima posição, ultrapassado pelo Grêmio
  • CSA de Argel ainda está na zona do rebaixamento, com 29 pontos
  • Pedrinho foi quem se "salvou" na derrota corintiana: gol e emoção

O Corinthians perdeu para o CSA por 2 a 1, hoje (30), no estádio Rei Pelé, pela 29ª rodada do Campeonato Brasileiro, e se complicou ainda mais na tabela. O Timão, que completou sete jogos sem vencer, deixou o G6, o grupo que classifica pelo menos para a pré-Libertadores. Agora o Alvinegro é o sétimo colocado, com 45 pontos. O time alagoano, por sua vez, segue na zona de rebaixamento, mas subiu para a 17ª colocação, com 29 pontos.

Além de perder em Maceió, o Corinthians se prejudicou por conta da vitória do Grêmio contra o Vasco, fora de casa. Se não bastasse, o time ainda caiu na tabela pois perde em número de vitórias para o Internacional. Os dois possuem 45 pontos, mas o Inter leva vantagem em número de vitórias: 13 contra 11. Os gaúchos ainda jogam amanhã (31), contra o Athletico-PR, em Porto Alegre.

Corintianos e alagoanos fizeram um primeiro tempo horrível e com uma finalização a gol cada um. O curioso é que os dois chutes entraram. Apodi abriu o placar aos 24 minutos, e Pedrinho empatou aos 44. No segundo tempo, Ricardo Bueno, de cabeça, garantiu a vitória do CSA após cobrança de escanteio.

Corinthians e CSA agora jogam fora de casa na próxima rodada. O Timão enfrenta o Flamengo, domingo, às 16h (de Brasília), no Maracanã, enquanto os alagoanos enfrentam o Athletico-PR no mesmo dia, mas às 18h (de Brasília), em Curitiba.

O melhor: Jonatan Gómes brilha com assistência

O meia Jonatan Gómez se destacou por boa atuação e, principalmente, pela assistência no gol de Apodi, o primeiro do CSA. O argentino, cedido pelo São Paulo, soube controlar bem a bola no meio-campo.

O pior: Apagado, Sornoza falha em gol do CSA

O meia Sornoza mais uma vez teve atuação apagada. Além disso, o equatoriano "ajudou" muito o CSA abrir o placar. Na saída de bola, livre e sem pressão, o meia tocou nos pés de João Vitor. O volante passou para Gómez, que de primeira serviu Apodi. O polivalente lateral só tocou na saída de Cássio. Sornoza sequer voltou para o segundo tempo. Mateus Vital entrou em seu lugar.

Pedrinho se "salva" em Corinthians ruim e chora

GettyImages
Imagem: GettyImages

O Corinthians apresentou mais uma vez um futebol horrível. O time, aliás, terminaria o primeiro tempo sem chutar a gol, quando Pedrinho recebeu da entrada da área e fez o gol de empate. O "prata da casa" se destacou individualmente em mais um desempenho coletivo ruim de sua equipe. Após o gol, na saída de campo na hora do intervalo, ele chorou por conta de balançar as redes em sua terra natal.

Corinthians e CSA jogam atrás da linha da bola

O Corinthians entrou em campo no esquema 4-1-4-1, como de costume, e atuando atrás da linha da bola, como sempre. Os atacantes e, principalmente, Clayson, se posicionaram grande parte do jogo no campo de defesa. O camisa 25, aliás, fez muitas vezes a função de um "falso lateral", a mesma exercida por Vagner Love no clássico contra o Santos. O CSA, por sua vez, não pressionou o Corinthians, não marcou alto, e assim como o Timão, só deu um chute a gol no primeiro tempo - a finalização de Apodi que abriu o placar. O Alvinegro também fez o seu gol em seu primeiro chute, com Pedrinho.

Vital deixa o Corinthians mais rápido, e só

O meia Mateus Vital foi a novidade de Fábio Carille na volta do intervalo. Ele entrou no lugar de Sornoza e deixou o time mais rápido. No entanto, apesar da melhor dinâmica, o Corinthians manteve seu posicionamento extremamente defensivo, atuando atrás da linha. A transição foi um pouco mais veloz, porém afetada pela dificuldade de um time espaçado. Os setores defensivos e ofensivos jogam muito distantes um do outro. O resultado foi o gol de Ricardo Bueno, de cabeça, que decretou a vitória do CSA.

Avelar cumpre suspensão e não enfrenta o Fla

O lateral-esquerdo Danilo Avelar recebeu o terceiro cartão amarelo contra o CSA e cumprirá suspensão no duelo contra o Flamengo, domingo, no Maracanã. Fábio Carille costuma apostar em Carlos Augusto quando o camisa 35 não joga.

FICHA TÉCNICA
CSA 2 X 1 CORINTHIANS

Data: 30 de outubro de 2019 (quarta-feira)
Horário: 21h30 (de Brasília)
Local: Estádio Rei Pelé, em Maceió (AL)
Árbitro: Rafael Traci (SC)
Auxiliares: Éder Alexandre (SC) e Johnny Barros de Oliveira (SC)
VAR: Wagner Reway (PB)

GOLS: Apodi, aos 24 minutos do 1T, e Ricardo Bueno, aos 34 minutos do 2T (CSA) e Pedrinho, aos 44 minutos do 1T (Corinthians)

Cartões amarelos: Fagner, Danielo Avelar (COR); Euller, Dawhan, Luciano Castán, Ricardo Bueno, Jonatan Gómez, Jean Cléber (CSA)

CSA: João Carlos; Celsinho, Alan Costa, Luciano Castán e Euller; João Vitor (Jean Cléber), Dawhan (Alecsandro) e Jonatan Gómez; Apodi, Warley (Héctor Bustamante) e Ricardo Bueno.
Técnico: Argel Fucks

CORINTHIANS: Cássio; Fagner, Manoel, Gil e Danilo Avelar; Ralf, Júnior Urso (Jadson), Pedrinho, Sornoza (Mateus Vital) e Clayson; Gustagol.
Técnico: Fábio Carille

Futebol