PUBLICIDADE
Topo

Corrida de torcedores do Fla por ingresso da final gera "mercado paralelo"

Venda de ingressos para a final da Libertadores para os rubro-negros abriu nesta quarta-feira - Leo Burlá / UOL
Venda de ingressos para a final da Libertadores para os rubro-negros abriu nesta quarta-feira Imagem: Leo Burlá / UOL

Alexandre Araújo e Leo Burlá

Do UOL, no Rio de Janeiro (RJ)

30/10/2019 10h20

A corrida por um ingresso para a final da Libertadores fez com que torcedores do Flamengo criassem uma espécie de "mercado paralelo". Nas redes sociais, muitos rubro-negros pediram a membros do plano "+ Paixão" do programa de sócio-torcedor que não fossem ao Chile que comercializassem o código para a compra da entrada para não-sócios ou sócios de planos inferiores. Esta categoria dá prioridade 1 na compra.

De acordo com o que foi divulgado pelo Flamengo, hoje (30), apenas os vinculados ao "+ Paixão" terão acesso ao site que vai gerar o código que permitirá a compra do ingresso. Para os outros planos, estará disponível nos próximos dias, como explicado neste link. São apenas 12.500 bilhetes e a expectativa é que eles acabem rapidamente.

Vale lembrar que, segundo divulgado pelo Flamengo, as entradas serão nominais e intransferíveis.

A final acontecerá no dia 23, contra o River Plate, da Argentina, em partida única no Chile. A última que vez que a equipe da Gávea chegou à decisão da competição sul-americana foi em 1981, quando foi campeão após disputa com o Cobreloa, e, posteriormente, bateu o Liverpool, da Inglaterra, no Mundial.

Relato de dificuldades para conseguir o código

Muitos torcedores que, logo cedo, tentaram garantir entradas para a decisão relataram dificuldades para conseguir gerar o código obrigatório para avançar as etapas para a compra do ingresso.

Além da instabilidade no site, rubro-negros apontaram que não conseguiram entrar no sistema, que o código não apareceu, que deu falha no momento de finalizar o pedido, dentre outros problemas.

O Flamengo divulgou, na noite de ontem (30), informações sobre a forma que os ingressos para a final seriam vendidos. No informe, publicado no site oficial, o Rubro-Negro apontava que, por não ser o mandando do duelo, não era o responsável pela venda dos ingressos, mas iria "disponibilizar códigos de acesso para o site da venda de ingressos da Conmebol":

"É importante lembrar que a organização do jogo é de exclusiva responsabilidade da Conmebol, cabendo a ela realizar a venda dos ingressos e a arrecadação. Por não ser o mandante da partida, nem responsável pela venda dos ingressos, o Flamengo não irá comercializar entradas. No entanto, para facilitar o processo da venda para os sócios-torcedores, o clube irá disponibilizar códigos de acesso para o site da venda de ingressos da Conmebol. Os ingressos disponíveis para a torcida rubro-negra no Estádio Nacional de Santiago serão para o setor Norte, categoria 3, e custarão R$340,00".

Flamengo