PUBLICIDADE
Topo

Futebol


Corinthians revê Ferroviária em revanche na final da Libertadores Feminina

Jogadoras de Corinthians e Ferroviária em ação durante a final do Brasileiro - Bruno Teixeira/Ag. Corinthians
Jogadoras de Corinthians e Ferroviária em ação durante a final do Brasileiro Imagem: Bruno Teixeira/Ag. Corinthians

Do UOL, em São Paulo

28/10/2019 12h00

Ferroviária e Corinthians decidem a Libertadores Feminina hoje (28), às 21h30 (de Brasília), em Quito, no Equador. As duas equipes também foram as finalistas do Campeonato Brasileiro em setembro, quando a equipe do interior sagrou-se campeã nos pênaltis.

O time de Araraquara vai em busca do seu segundo título na competição internacional. Chegou à decisão após vitória difícil por 2 a 1 sobre o Cerro Porteño. A campanha da Ferroviária até aqui tem quatro vitórias, uma derrota e 20 gols marcados em apenas cinco partidas. A atacante Nathane é a artilheira da competição, com oito gols.

O Corinthians, por sua vez, venceu a semifinal com um placar elástico: 4 a 0 em cima do América de Cali. A equipe do Parque São Jorge chega à decisão com 42 jogos consecutivos de invencibilidade e, caso não seja derrotada, quebra o próprio recorde conquistado na temporada passada. O time de Arthur Elias também busca seu segundo título na competição, o primeiro sem a parceria com o Audax.

Será o oitavo duelo entre Corinthians e Ferroviária no ano. Ao todo, foram seis vitórias do Timão e dois empates. As partidas com igualdade, no entanto, valeram como um triunfo para a Ferrinha: foram os dois jogos que decidiram o Brasileiro Feminino.

Também na final do Campeonato Paulista, o Corinthians tem a chance de deixar para trás o vice no Brasileiro, conquistar o grande objetivo da temporada e chegar com moral na decisão estadual, que acontece em novembro, contra o São Paulo. Já a Ferroviária quer terminar "ano perfeito" com mais um título para a conta da equipe, uma das mais vitoriosas do futebol feminino brasileiro.

Relembre: Ferroviária bate Corinthians nos pênaltis e conquista o Brasileiro

Jogo Aberto

Futebol