Topo

Brasileirão - 2019


Com chuva e VAR, Palmeiras vence o Avaí na Ressacada

Do UOL, em São Paulo

27/10/2019 19h56

A chuva e o VAR foram os grandes destaques da vitória do Palmeiras por 2 a 1 sobre o Avaí hoje (27) na Ressacada, em Florianópolis (SC), pelo Campeonato Brasileiro. Todos os gols saíram no segundo tempo. Deyverson abriu o placar de cabeça para os paulistas. Depois, João Paulo empatou para os mandantes de pênalti. O Verdão ainda marcaria mais um, também de pênalti, com Gustavo Scarpa. As penalidades foram confirmadas pelo árbitro Wilton Pereira Sampaio após a consulta ao VAR.

Com o resultado, o Palmeiras sobe para 57 pontos e segue na segunda colocação. Já o Avaí continua na lanterna, com 17 pontos. Na quarta-feira, às 19h30, o time catarinense recebe o Fortaleza. No mesmo dia e horário, o Verdão faz clássico contra o São Paulo.

Deyverson faz as pazes com o gol

Deyverson encerrou longo jejum de gols quando marcou na última rodada, abrindo o placar no empate com o Athletico Paranaense. Hoje, o atacante conseguiu marcar novamente, em belo cabeceio após escanteio cobrado por Lucas Lima. Ele também sofreu o pênalti que resultou no gol de Gustavo Scarpa.

Carlos Eduardo e Lucas Lima desperdiçam chance

Os dois jogadores foram as novidades na escalação do Palmeiras, mas não conseguiram aproveitar tão bem a oportunidade. Estatisticamente, Lucas Lima saiu de campo com uma assistência, por ter cobrado o escanteio que resultou no gol de Deyverson. Porém, em outro lance, perdeu uma ótima chance de contra-ataque.

Já Carlos Eduardo até tentou deixar a sua marca: saiu de campo com duas finalizações, uma para boa defesa de Vladimir. Cometeu três faltas. Ambos foram substituídos aos 18 do segundo tempo, quando Gustavo Scarpa e Hyoran entraram no jogo.

Chuva mudou os rumos do jogo

A chuva que caiu sobre a Ressacada no segundo tempo mudou completamente o jogo. O Palmeiras mandava no jogo na etapa inicial, mas viu sua posse de bola cair quase 10% por conta das condições do gramado. A água também prejudicou o Avaí. O time conseguia criar chances antes do intervalo. Com o campo molhado, os gols saíram em cobranças de pênalti.

Cronologia do jogo

O Palmeiras dominou o primeiro tempo em posse de bola, terminando os 45 minutos iniciais com 71%. Porém, quem chegou mais perto de abrir o placar foi o Avaí. Do lado alviverde, o lance de maior destaque foi quando Carlos Eduardo cabeceou para a defesa de Vladimir. Já Weverton foi exigido em dois outros momentos: no chute rasteiro de Jonathan, após falha de Dudu na saída de bola, e em uma cabeçada de Vinícius Araújo no último minuto.

Após cobrança de escanteio com apenas oito minutos do segundo tempo, Deyverson conseguiu se livrar da marcação e subir para cabecear no cantinho direito do gol. O Alviverde ainda teria mais uma ótima chance poucos minutos depois em jogada individual de Dudu, que parou no travessão.

A chuva começou a cair com maior intensidade na etapa complementar, dando origem a muitas poças, principalmente nas duas áreas. Foi em uma dessas poças que Weverton tocou em Vinicius Araújo no lance que resultou em pênalti após auxílio do vídeo. João Paulo bateu no meio e igualou o placar.

O Palmeiras conseguiu marcar o seu segundo gol em roteiro quase idêntico. Ricardo tocou em Deyverson dentro da área, e Wilton Pereira Sampaio foi novamente ao VAR para poder confirmar a penalidade. Gustavo Scarpa chutou com força e colocou o alviverde novamente na frente.

FICHA TÉCNICA
AVAÍ 1 X 2 PALMEIRAS

Competição: Campeonato Brasileiro (28ª rodada)
Data: 27/10/2019
Horário: 18h (de Brasília)
Local: Estádio da Ressacada, em Florianópolis (SC)
Árbitro: Wilton Pereira Sampaio (GO)
Assistentes: Fabricio Vilarinho da Silva e Bruno Raphael Pires (ambos de GO)
VAR: Elmo Alves Resende Cunha (GO)
Gols: Deyverson (Palmeiras), aos 8', João Paulo (Avaí), aos 33', e Gustavo Scarpa (Palmeiras), aos 40', todos no segundo tempo.
Cartões amarelos: Betão e Ricardo (Avaí), Weverton (Palmeiras)

Avaí: Vladimir; Lourenço (Leo), Betão, Marquinhos Silva (Igor Goularte), Ricardo e Julinho (João Paulo); Luanderson, Wesley e Richard Franco; Vinícius Araújo e Jonathan. Técnico: Evando Camillato

Palmeiras: Weverton; Jean, Gustavo Gómez, Vitor Hugo e Diogo Barbosa; Felipe Melo, Bruno Henrique e Lucas Lima (Gustavo Scarpa); Dudu, Deyverson (Henrique Dourado) e Carlos Eduardo (Hyoran). Técnico: Mano Menezes