Topo

Brasileirão - 2019


Athletico vira sobre o Goiás e volta a vencer em casa no Brasileirão

Do UOL, em São Paulo

27/10/2019 17h58

Depois de sair perdendo, o Athletico Paranaense venceu o Goiás de virada por 4 a 1 hoje (27), na Arena da Baixada, pelo Campeonato Brasileiro. O time visitante assustou ao marcar com Rafael Moura, mas sofreu com o ataque do time de Tiago Nunes, que conseguiu vitória na segunda etapa graças aos gols de Léo Pereira, Rony, Adriano e Marco Ruben.

Com o resultado, o Athletico encerrou jejum de três jogos sem vitórias no seu estádio e chegou a 42 pontos. Assim, ultrapassou o Bahia e chegou à oitava colocação do campeonato. Com o revés, o Goiás perde a chance de saltar na tabela e se mantém na décima colocação, com 38 pontos.

As equipes voltam a entrar em campo pelo Brasileirão na próxima quinta-feira (31). O Goiás recebe o líder Flamengo no Serra Dourada, enquanto o Athletico viaja até o Rio Grande do Sul e visita o Internacional.

Quem foi bem: ataque do Athletico e Tadeu

Apesar de não conseguir marcar na primeira etapa, o Furacão conseguiu mandar todas as finalizações na direção do gol. No segundo tempo, o Athletico continuou criando boas chances e conseguiu vencer o goleiro Tadeu, garantindo a vitória antes dos 20 minutos e tranquilizando o torcedor. O goleiro esmeraldino, por sua vez, teve uma tarde inspirada, com sete defesas difíceis.

Quem foi mal: a zaga do Goiás

O sistema defensivo do Goiás até conseguiu segurar o ataque do Athletico durante o primeiro tempo. No entanto, os jogadores da zaga se desconcentraram por alguns minutos e permitiram a virada do Furacão em poucos lances, o que não deu chances de reação para a equipe goiana.

A volta de Camacho

Depois de seis meses de suspensão por doping, o meio-campista Camacho voltou aos campos no jogo de hoje. Muito aplaudido pela torcida, recebeu a faixa de capitão de Wellington.

Atuação do Athletico

O Athletico começou o jogo buscando o ataque, mas esbarrou nas excelentes defesas do goleiro Tadeu. Apesar do bom volume na frente, o Furacão cedeu muitos contra-ataques para o Goiás, que abriu o placar na primeira etapa.

Mesmo em desvantagem, o Athletico manteve o bom futebol e empatou logo no início da segunda etapa com Léo Pereira. Virou logo em seguida com gol de Rony. Mais tranquilo e podendo jogar dentro das suas características, o Furacão mandou no restante da partida e conquistou vitória tranquila, com Adriano e Marco Rúben fechando a conta.

Atuação do Goiás

Jogando fora de casa, o Goiás passou o primeiro tempo marcando o adversário e saindo com a velocidade de Michael, que, mais uma vez, foi um dos destaques do Esmeraldino na partida. Foi do atacante a jogada para o gol de Rafael Moura.

No segundo tempo, a equipe goiana sofreu o empate, a virada e se abateu na partida. Com o Athletico mandando no jogo, o Goiás quase não teve mais chances e não ofereceu perigo ao gol de Santos.

História do jogo

Contando com as ótimas defesas de Tadeu durante os primeiros 45 minutos, o Goiás abriu o placar com Rafael Moura no final do primeiro tempo. Na segunda etapa, o Athletico começou muito forte e virou em apenas 7 minutos, com gols de Léo Pereira e Rony. O lateral esquerdo Adriano aumentou a conta e marcou seu primeiro gol com a camisa do clube. No último lance, o atacante Marco Ruben marcou o quarto e fechou a contagem.

A torcida

Os rubro-negros comparecerem em bom número à Arena da Baixada, apoiaram e equipe e ainda gritaram "olé" no segundo tempo. Como recompensa, viram o Furacão voltar a vencer em casa depois de três partidas.

FICHA TÉCNICA
ATHLETICO 4 x 1 GOIÁS

Local: Arena da Baixada, em Curitiba (PR)
Árbitro: Flavio Rodrigues de Souza (SP)
Auxiliares: Alex AngRibeiro (SP); Daniel Luis Marques (SP)
VAR: Carlos Eduardo Nunes Braga (RJ)
Cartão amarelo: Khellven (Athletico)
Público e renda: 11.819; R$196.100
Gols: Rafael Moura, aos 44 do primeiro tempo; Léo Pereira, aos 2 do segundo tempo, Rony, aos 7 do segundo tempo, Adriano, aos 16 do segundo tempo e Marco Rúben, aos 49.

Athletico: Santos; Khellven, Thiago Heleno, Léo Pereira e Adriano (Marcio Azevedo); Wellington (Camacho), Bruno Guimarães e Léo Cittadini; Nikão (Braian Romero), Rony e Marco Rúben. Técnico: Tiago Nunes.

Goiás: Tadeu; Yago Rocha, Fábio Sanches, Rafael Vaz e Jefferson; Breno (Marlone), Yago Felipe e Léo Sena (Filipe Trindade); Leandro Barcia, Rafael Moura (Vinicius) e Michael. Técnico: Nei Franco.

Errata: o texto foi atualizado
A ficha técnica publicada originalmente não tinha o nome do atacante Marco Rúben.
ESPN, Ei PLus e Fox Sports

Assista aos jogos e programas de ESPN, EI Plus e Fox Sports sem TV a cabo.