Topo

Futebol


"Eles pensam que somos idiotas", diz Luxa sobre VAR após empate do Vasco

Do UOL, no Rio de Janeiro

26/10/2019 19h48

O técnico Vanderlei Luxemburgo não ficou satisfeito com a validação do gol do Ceará, por parte do VAR, no empate do Vasco em 1 a 1 hoje (26). Num recado direto para o presidente nacional de arbitragem da CBF, Leonardo Gaciba, ele questionou a veracidade da tecnologia 3D, onde linhas imaginárias são aplicadas para identificar um impedimento, como foi feito no lance em questão no Castelão (CE).

O treinador também relembrou outras situações ao longo do Campeonato Brasileiro onde, em sua avaliação, o Cruzmaltino foi prejudicado pelo árbitro de vídeo.

"Queria mandar outra vez um recado para o Gaciba. As interpretações... Ele me fala uma coisa e depois anula, aí depois não anula... Tem que ter um critério único. O jogo do Flamengo contra o Grêmio (semifinal da Libertadores) foi um árbitro argentino. Em momento algum foi chamado o VAR. Quem tomou as decisões foi o árbitro do jogo. Agora temos diversos árbitros no jogo. O Gaciba é meu amigo, mas ele tem que explicar melhor. No jogo contra o CSA não tinha câmera pra analisar, mas tem o árbitro, p...! Contra o Palmeiras o Castan fez o pênalti, aí contra o CSA não foi. Aí pega aquele negócio lá (tecnologia 3D) e pensa que somos idiotas. Bota onde quiser. Ele bota a régua onde quer que parta a régua. Quero ver abrir o campo, botar as placas de publicidade, que são referências, para a gente ter uma referência das placas com a linha de impedimento", disparou.

Tecnologia 3D utilizada pelo VAR para validar o gol de empate do Ceará contra o Vasco  - Reprodução
Tecnologia 3D utilizada pelo VAR para validar o gol de empate do Ceará contra o Vasco
Imagem: Reprodução

Vanderlei Luxemburgo também ficou incomodado com a parte física da equipe no empate com o Ceará. O time terminou a partida com Rossi com câimbras, Ribamar extenuado e Marrony substituído com dores no joelho direito. O treinador avisou que irá investigar os motivos:

"Será uma discussão interna, mas ficou claro que o meu time arriou. Quero saber o por quê. Não tem motivo para arriar. Vínhamos de bons jogos, não fizemos nada. No primeiro tempo já tínhamos dificuldade com o time na parte física. Vamos discutir o que houve", declarou, para depois ressaltar: "O time não está mal preparado fisicamente. Estamos falando do jogo de hoje. Se fosse mal preparado, não teria o rendimento que vem tendo".

Com o resultado, o Vasco foi para 38 pontos e se manteve distante da zona de rebaixamento.

Futebol