Topo

Brasileirão - 2019


Em reencontro com Ceni, Cruzeiro empata com Fortaleza e segue no Z4

Enrico Bruno

Do UOL, em Belo Horizonte

26/10/2019 22h55

No reencontro com Rogério Ceni, o Cruzeiro empatou por 1 a 1 com o Fortaleza hoje (26), no Mineirão, pelo Campeonato Brasileiro. A Raposa abriu o placar aos 34 minutos do segundo tempo com Orejuela, após assistência de Marquinhos Gabriel. Porém, o time visitante empatou três minutos depois, com Wellington Paulista, que aproveitou cruzamento e completou pro fundo da rede.

A igualdade no placar não ajuda nenhuma das equipes. O Cruzeiro continua dentro da zona de rebaixamento, na 17ª posição, com 29 pontos, enquanto o Fortaleza aparece na 14ª colocação, com 32.

Na quinta-feira (31), pela 29ª rodada do Brasileirão, o Cruzeiro visita o Botafogo no estádio Nilton Santos, às 21h30 (de Brasília). Já o Fortaleza viaja a Florianópolis para enfrentar o Avaí, na Ressacada, na quarta-feira, às 19h30.

O melhor: Orejuela

O lateral equatoriano foi a principal arma ofensiva da equipe mineira. Na segunda etapa, atuou grande parte do tempo no campo ofensivo, e de seus pés saíram as melhores oportunidades do Cruzeiro. Foi premiado com o gol na segunda etapa.

O pior: Egídio

Um dos motivos para o Cruzeiro ter sido inoperante pelos lados foi a pouca eficiência de Egídio, que muito cruzou, mas pouco acertou em direção à área do Tricolor. No fim do jogo, o lateral ainda errou um passe na saída de bola e deu espaço para a jogada do Fortaleza terminar em gol. Em noite ruim, terminou o jogo vaiado ao tocar na bola.

Cruzeiro marca na insistência, mas vacila em seguida

O Cruzeiro foi melhor durante praticamente todo o jogo, mas apresentou um falso domínio ao longo do primeiro tempo. Apesar de ter mais a bola e de se aproximar da meta rival, a Raposa pecou muito nas tomadas de decisões. Pela esquerda, Egídio errou muitos cruzamentos, um dos motivos para a bola mal ter chegado a Fred. Além disso, jogadores do setor ofensivo finalizaram pouco e mal nas oportunidades que conseguiram criar. Questionado pela torcida, David foi quem mais tentou, mas sem eficácia. Como o Fortaleza pouco ameaçava, o sistema defensivo celeste não teve tanto trabalho, mas vacilou em lances importantes e errou passes bobos.

O cenário não mudou na etapa final, e o Cruzeiro seguiu mais presente no campo de ataque. Sem ser atacado, o time passou a ter como principal obstáculo falta de tranquilidade para abrir o marcador. Depois de carimbar a trave com Marquinhos Gabriel, a equipe viu Orejuela premiar sua atuação com o gol que daria alívio aos torcedores. Mas a vitória acabou não vindo porque o time voltou a dar bobeira lá atrás. Desta vez, o vacilo aconteceu no único ataque importante do Fortaleza, o suficiente para sair o gol de empate de Wellington Paulista.

Fortaleza espera Cruzeiro por bote certo

O técnico Rogério Ceni deixou equipe um pouco mais recuada que o normal. A ideia do treinador era explorar os contra-ataques a partir dos erros do adversário e abusar da velocidade de seus pontas pelo lado do campo. Quando a partida ainda estava empatada, Rogério abriu mão de seus homens de meio-campo e apostou em atacantes. Mesmo após sofrer o gol do Cruzeiro, seus jogadores não mudaram a postura pedida pelo técnico e chegaram ao gol de empate.

Cronologia do jogo

A melhor chance da primeira etapa saiu aos 18 minutos. Após boa troca de passes, David cruzou com precisão para Thiago Neves, que cabeceou livre quase dentro da pequena área, mas parou em uma bela defesa de Felipe Alves. Dois minutos depois, o lateral direito Orejuela pegou a sobra na entrada da área e obrigou o goleiro do Fortaleza a fazer outra grande defesa.

Na segunda etapa, o Cruzeiro continuou exercendo muita pressão e abusando muito da bola aérea. Aos 26 da etapa final, após bate e rebate na área, Marquinhos Gabriel carimbou a trave do gol do Tricolor cearense. A melhor oportunidade do Fortaleza na partida aconteceu aos 29 minutos, quando Marlon cruzou e Wellington Paulista cabeceou. A bola passou rente à trave de Fábio.

FICHA TÉCNICA
CRUZEIRO 1 X 1 FORTALEZA

Data e horário: 26 de outubro de 2019, sábado, às 21h (de Brasília)
Local: Mineirão, em Belo Horizonte
Árbitro: Raphael Claus (SP)
Auxiliares: Emerson Augusto de Carvalho e Neuza Ines Back
Público e renda: 25.644 pagantes/32.268 presentes; R$540.229,00
Gols: Orejuela, aos 34 minutos do segundo tempo e Wellington Paulista aos 37 minutos da etapa final.
Cartões amarelos: Cacá, Jadson e Robinho (CRU); Felipe (FOR)

CRUZEIRO
Fábio; Orejuela, Fabrício Bruno, Cacá e Egídio; Henrique, Jadson (Marquinhos Gabriel), Thiago Neves, Robinho (Sassá) e David (Ezequiel); Fred. Técnico: Abel Braga.

FORTALEZA
Felipe Alves; Gabriel Dias, Quintero, Paulão e Carlinhos; Juninho, Felipe e André Luis (Kieza); Osvaldo (Marlon), Romarinho (Felipe Pires) e Wellington Paulista. Técnico: Rogério Ceni.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{user.alternativeText}}
Avaliar:

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor