Topo

Brasileirão - 2019


Inter vence Bahia na estreia de Zé Ricardo, supera Corinthians e cola no G4

Do UOL, em Porto Alegre

26/10/2019 20h56

O Internacional venceu o Bahia na estreia de Zé Ricardo. Sob comando do novo treinador, o time gaúcho fez 3 a 2 sobre o Tricolor Baiano hoje (26), na Fonte Nova, pela 28ª rodada do Campeonato Brasileiro. O resultado construído no segundo tempo fez a equipe de Porto Alegre superar o Corinthians na classificação.

Guerrero, duas vezes, e Guilherme Parede fizeram para o Inter. Artur e Juninho marcaram pelos donos da casa.

A rodada, até agora, é ótima para o Inter. Além de vencer e segurar um adversário direto na briga por vaga na Libertadores, o time gaúcho foi beneficiado pelo empate entre Corinthians e Santos, que não saíram do zero em Itaquera.

O Inter supera o Corinthians no número de vitórias (13 contra 11). Até o complemento da rodada, a distância em relação ao São Paulo, que recebe o Atlético-MG amanhã, é de um ponto. A equipe de Fernando Diniz abre o grupo que garante vaga direta à fase de grupos da Libertadores de 2020.

Para o Bahia, a rodada é péssima. O time chega à segunda derrota seguida em casa e estaciona nos 41 pontos.

Na próxima rodada, o Bahia vai até a Vila Belmiro visitar o Santos, e o Inter recebe o Athletico Paranaense. Os dois jogos são na quinta-feira (31), mas a partida em Porto Alegre é mais tarde: 19h15 (horário de Brasília) e 21h30, respectivamente.

Quem brilhou: Guilherme Parede

O atacante deu assistência precisa para Guerrero abrir o placar. Depois, foi oportunista para aproveitar recuo errado de Nino Paraíba e ampliar o marcador. Um segundo tempo decisivo após primeira etapa cheia de erros.

Quem foi mal: Nino Paraíba

O lateral direito errou feio ao tentar recuar bola para o goleiro Douglas. Como resultado, viu o Inter transformar a vantagem em 2 a 0.

Segundo tempo com cinco gols

Se a primeira etapa teve, no máximo, bola na trave em cabeçada de Victor Cuesta, o segundo tempo foi elétrico. O Inter abriu o placar e abriu vantagem, mas o Bahia reagiu. A resposta vermelha veio no contra-ataque, e os minutos finais reservaram pressão da equipe da casa.

Bahia não consegue criar

O Bahia teve mais a bola, mas sofreu para produzir chances. Diante de um adversário atento e compactado, o time da casa penou para ser criativo. A equipe de Roger Machado fechou o primeiro tempo sem nenhuma conclusão certa no gol.

Inter aperta marcação e se dá bem

Mais avançado sem a bola, o Inter conseguiu explorar bem os espaços deixados pelo Bahia. Criou boas situações no ataque, mas sempre pecou na hora de finalizar. A defesa mais compacta ajudou o time a não sofrer pressão, mesmo com menos posse de bola o tempo todo.

Depois do intervalo, o time gaúcho construiu o primeiro gol do jogo com a posse. O segundo gol nasceu de um expediente corriqueiro na partida: marcação alta. Assim, Parede marcou. Defensivamente, a equipe ficou mais exposta e pagou o preço.

Cronologia do jogo

Paolo Guerrero abre o placar aos três minutos do segundo tempo; Guilherme Parede faz 2 a 0 para o Inter aos sete minutos do segundo tempo. Arthur, aos 25, descontou. Aos 29, Guerrero recebeu de Edenilson e fez 3 a 1 para o time gaúcho. Aos 41 minutos, Juninho pegou rebote para descontar e dar números finais ao duelo.

FICHA TÉCNICA
BAHIA 2 X 3 INTERNACIONAL

Data e hora: 26/10/2019 (sábado), às 19h (horário de Brasília)
Local: estádio Fonte Nova, em Salvador (BA)
Árbitro: Marcelo de Lima Henrique (RJ)
Auxiliares: Michael Corrêa (RJ) Thiago Henrique Neto (RJ)
Árbitro de vídeo: Rodrigo Nunes de Sá (RJ)
Cartões amarelos: Gilberto (BAH); Rodrigo Lindoso, Neilton, Bruno Fuchs, Edenilson (INT)
Gols: Paolo Guerrero, aos três minutos do segundo tempo e aos 29 minutos do segundo tempo; Guilherme Parede, aos sete minutos do segundo tempo (INT); Artur, aos 25 minutos do segundo tempo; Juninho, aos 41 minutos do segundo tempo (BAH)

BAHIA: Douglas Friedrich; Nino Paraíba, Lucas Fonseca, Juninho e Giovanni; Gregore, Flávio e João Pedro (Guerra); Artur, Gilberto (Fernandão) e Marco Antônio (Rogério)
Técnico: Roger Machado

INTERNACIONAL: Marcelo Lomba; Heitor, Bruno Fuchs, Cuesta e Zeca; Rodrigo Lindoso, Edenilson, Neilton (Sarrafiore), Guilherme Parede (William Pottker) e Wellington Silva (Bruno Silva); Paolo Guerrero
Técnico: Zé Ricardo

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{user.alternativeText}}
Avaliar:

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor