Topo

Futebol


Neymar tem sensibilidade de criança e precisa se posicionar, diz Dani Alves

Neymar e Daniel Alves fazem exercício durante treinamento da seleção brasileira - Buda Mendes/Getty Images
Neymar e Daniel Alves fazem exercício durante treinamento da seleção brasileira Imagem: Buda Mendes/Getty Images

Do UOL, em São Paulo

25/10/2019 11h49

Amigo pessoal de Neymar após atuar ao seu lado no PSG, Barcelona e seleção brasileira, o lateral direito Daniel Alves disse que o atacante tem sensibilidade de uma criança e precisa aprender a se posicionar mais. A declaração foi dada ao programa Grande Círculo, que o "SporTV" irá exibir na íntegra no próximo sábado, às 23h45 (de Brasília).

Daniel Alves contou que, após a Copa do Mundo de 2018, aconselhou Neymar a se posicionar, já que tem uma responsabilidade grande dentro e fora de campo.

"Sempre dou conselho ao Ney. Acredito e falo que ele tem uma responsabilidade com muita gente, muitas pessoas e para mim deve se posicionar. Ele sabe o que penso. Falo abertamente, porque ele sabe e já falei inúmeras vezes. O Ney tem responsabilidade a partir do momento em que ele começa a ser referência para crianças, para outros atletas. Quando você começa a ter essa responsabilidade você não pode decepcioná-los. Então você tem de se posicionar. Sempre prezo pela posição", disse.

O jogador do São Paulo, porém, disse que nunca chegou a dar bronca no atacante. Mas ressaltou que ele só vai ganhar o respeito de todos se adotar essa postura mais firme.

"Não dou bronca nem em meus filhos. Mas acho que uma das coisas assim que falei para ele que deveria se posicionar foi pós-Copa. Falei que deveria se posicionar, porque o Ney é e foi a nossa bandeira na seleção brasileira. Hoje continua sendo a nossa bandeira. Hoje o jogador mais importante do futebol brasileiro é o Neymar e um dos (jogadores do) futebol mundial. E deve se posicionar, porque está numa posição onde tem de se posicionar e as pessoas têm de entender quem é o Ney, como ele pensa e precisam começar a aprender a respeitar o Neymar", disse.

"Porque às vezes, para não gerar certo tipo de sensibilidade, ele se retrai. Apesar de tudo o que pensam, o Ney é uma criança. Assim, em off. É uma pessoa que é muito sensível. O Ney se afeta muito com muitas coisas, e com muitas coisas às vezes injustas. Por isso prezo por ele ter de se posicionar, porque quando falam algo que não é certo sobre você, seja o Casagrande ou quem for, tem de se posicionar. Porque as pessoas têm de começar a aprender a respeitar o Neymar. O Ney jogador da seleção brasileira as pessoas não respeitam. Ele é tão histórico quanto os jogadores de fora e as pessoas não respeitam", completou.

Daniel Alves, posteriormente no mesmo programa, se explicou sobre a declaração de que o amigo é uma criança. Para ele, Neymar é sensível e se afeta com muitas coisas.

"Tem de deixar muito claro. Vou corrigir: o Ney tem sensibilidade de criança. Se afeta muito com um monte de coisa. O Ney não é uma criança, não. É um homem. Por isso exijo, querendo bem, quando estamos em off, falo que tem de se posicionar, porque as pessoas só começam a respeitar quando você se posiciona. Porque o Ney já tem 'bago' para poder falar o que ele quiser, porque já ganhou no futebol. Tem um monte que não ganhou e fica falando, comentando...", disse.

Futebol