Topo

Marcão confirma testes, mas evita falar em barração de Ganso no Fluminense

Três atacantes: Marcão escalará Fluminense mais ofensivo contra a Chapecoense - Lucas Merçon/Fluminense FC
Três atacantes: Marcão escalará Fluminense mais ofensivo contra a Chapecoense Imagem: Lucas Merçon/Fluminense FC

Caio Blois

Do UOL, no Rio de Janeiro

25/10/2019 16h14

O assunto da coletiva de Marcão, claro, foi o meia Paulo Henrique Ganso, do Fluminense. Após tirar o camisa 10 da equipe e testar escalação com Marcos Paulo em seu lugar, o treinador não confirmou a barração do jogador nem a mudança no time para o jogo contra a Chapecoense, no sábado, às 19h30, no Maracanã.

"Vamos ter mais um treino para avaliar a formação. Tivemos um treinamento ontem, fizemos testes, vamos ver hoje qual será a melhor formação para a partida", disse Marcão.

Depois, o treinador confirmou os testes com Marcos Paulo no time titular, adiantando que poderia fazer outras modificações.

"Jovem talentoso, vem treinando muito bem, vai conquistando seu espaço, não teve tantas chances, mas nossa equipe tem avaliado muito vem, se ele tiver oportunidade de entrar, ele vinha jogando e vai tentar nos ajudar no que for possível. Tem treinado bem, muito talentoso, tenho certeza que ele vai corresponder", disse.

Sobre Ganso, Marcão voltou a dizer que a relação segue ótima com o jogador, sem afirmar nada sobre sua possível saída do time.

"É o nosso líder. Dentro e fora de campo, uma pessoa excepcional e a gente conta com ele em todas as questões. Jogando ou não, estará contribuindo em prol do projeto Fluminense. Não tenho duvida nenhuma. É um excelente profissional e pessoa e ainda tem muito a nos ajudar", declarou.

O técnico elogiou bastante o camisa 10, seja por sua postura fora de campo ou pela qualidade que demonstra nas partidas. Em nenhum momento, entretanto, garantiu sua presença no time, nem o citou como alternativa.

"O Ganso, a gente fala da pessoa, do ser humano, está muito entregue ao projeto do Fluminense. Não tenho dúvida que jogando ou não ele irá contribuir com o grupo. Ele pode não ter correspondido em um jogo ou outro, mas todos sabemos que é uma grande pessoa, um grande jogador, não tenho dúvida nenhuma dentro ou fora ele irá nos ajudar. Dentro de campo, é um maestro, joga o fino da bola, não temos dúvida da capacidade dele. Se em algum momento a gente não conseguiu extrair o melhor dele, a gente de alguma forma tenta ajudar para que isso aconteça. Ele é focado e atento ao que faz, ao Fluminense, todas as conversas nossas ele se mostrou à disposição e dessa forma, atuando ou não, ele será o mesmo cara de grupo, integrado e pensando no Fluminense".

Marcão aproveitou para convocar o torcedor para o jogo, considerado uma final para o Fluminense no Campeonato Brasileiro. No 16º lugar na tabela, com 29 pontos, um acima da zona de rebaixamento, o Tricolor sabe que precisa vencer para se recuperar na competição.

"Estamos focados apenas na Chapecoense. Vamos viver mais essa final. É um jogo muito difícil, com uma carga muito forte. Vamos fazer de tudo por um bom jogo diante do torcedor, para a gente conseguir esse objetivo que é uma vitória. Para a gente será de grande importância. Com o apoio do nosso torcedor, entendendo que precisamos deles na arquibancada como nosso 12º jogador, a gente fica muito forte, jogamos bem, alegres, vamos precisar muito deles para esse jogo de sábado", disse.

Caso se confirme a opção por Marcos Paulo, o Flu atuará com três atacantes, sendo a joia de Xerém na esquerda, Wellington Nem na ponta direita e o colombiano Yony González centralizado. Assim, Nenê completaria o meio de campo com Daniel e Allan, mantendo a estrutura da equipe.

Fluminense