PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Dívida ainda emperra renovação de Elias com o Atlético-MG

Elias, volante do Atlético-MG, ainda não chegou a um acordo com a diretoria do clube sobre o novo contrato - Bruno Cantini/Divulgação/Atlético-MG
Elias, volante do Atlético-MG, ainda não chegou a um acordo com a diretoria do clube sobre o novo contrato Imagem: Bruno Cantini/Divulgação/Atlético-MG

Thiago Fernandes

Do UOL, em Belo Horizonte

24/10/2019 04h00

Resumo da notícia

  • Atlético-MG tem dívida com Elias. Valor é referente a salários, premiação, luvas e direitos de imagem
  • Estafe do jogador espera que o clube pague o montante ou ao menos acerte uma condição de pagamento para avançar em sua renovação contratual
  • Pedido dos empresários ocorreu há quase um mês. Negócio, no entanto, ainda não foi acertado pela diretoria do clube
  • Procurado pelo UOL, Rui Costa informou: "Não falo sobre créditos ou débitos do clube ou dos jogadores. Penso que isso é economia interna"
  • Elias tem contrato até janeiro de 2020. Jogador e clube dizem ter interesse mútuo na permanência, mas o acordo está cada vez mais distante

O estafe de Elias aguarda o pagamento de uma dívida para avançar na negociação para renovar o contrato com o Atlético-MG. A intenção dos agentes é receber ou parcelar o valor que corresponde a bônus, salários, premiação e luvas para dar sinal verde para extensão do acordo. Sem este pagamento, o jogador de 34 anos fica mais distante de uma permanência em 2020. Os representantes do atleta cobram cerca de R$ 2 milhões, enquanto o Galo alega que o montante é inferior por meio de fontes próximas à cúpula.

A exigência dos empresários do meio-campista à diretoria atleticana ocorreu há quase um mês. A informação foi divulgada pelo Globoesporte.com e confirmada pelo UOL.

Mesmo com a cobrança, o caso ainda não foi solucionado. Procurado para falar sobre o tema, o diretor de futebol Rui Costa informou:

"Não falo sobre créditos ou débitos do clube ou dos jogadores. Penso que isso é economia interna", disse por meio de mensagem ao UOL Esporte.

Outros dirigentes do clube reconhecem um débito, mas creem que o valor é inferior.

Nessa terça-feira (22), ele também havia falado sobre a situação do volante à imprensa. O diretor concedeu entrevista e desconversou ao ser perguntado sobre Elias.

"Acho que temos que pensar no Elias no momento atual dele no clube. Sempre tratei essa questão com seus representantes e nunca foi um atleta que usou isso para se dedicar mais ou menos. Prefiro falar do Elias sobre o atual momento de contrato do que fazer previsões. Ele é uma liderança, uma peça importante. Prefiro falar do Elias sobre o seu papel atual", declarou Rui Costa.

"O que eu tinha que fazer e falar sobre o assunto, já foi feito e falado. Temos que nos concentrar nesta reta final de Campeonato Brasileiro. Nosso planejamento continua para que possamos terminar o ano da forma mais digna possível e que o Atlético possa terminar uma posição da tabela para fazer um 2020 melhor", acrescentou.

O contrato de Elias com o Galo se encerra em janeiro de 2020 e, nas atuais circunstâncias, ele não deve seguir em Belo Horizonte na temporada seguinte. A situação fica cada vez mais longe de um desfecho positivo.

Futebol