PUBLICIDADE
Topo

Atlético-MG quer 20 milhões de euros para vender Cleiton ao Red Bull Brasil

Cleiton, goleiro do Atlético-MG, desperta o interesse do Red Bull Brasil - Bruno Cantini/Divulgação/Atlético-MG
Cleiton, goleiro do Atlético-MG, desperta o interesse do Red Bull Brasil Imagem: Bruno Cantini/Divulgação/Atlético-MG

Thiago Fernandes

Do UOL, em Belo Horizonte

24/10/2019 14h35

O Atlético-MG não vai liberar o goleiro Cleiton facilmente. O presidente Sérgio Sette Câmara fixou um preço para vender o jogador ao Red Bull Brasil, que monitora o atleta de 22 anos pensando em 2020. Ele quer 20 milhões de euros (R$ 89,3 milhões) para cedê-lo em definitivo.

O valor é referente à multa rescisória do jogador, revelado pelas divisões de base do Galo. A diretoria não tenciona cedê-lo no decorrer da próxima janela de transferências.

"Sobre o Cleiton, a chance é o Bragantino vir aqui e pagar o preço que a gente quer por ele. E é bem caro. Ou seja, difícil. Nenhum jogador do Atlético é inegociável. Se vier aqui e pagar 20 milhões de euros, se depositar aqui, leva. É uma das fontes de renda que o clube tem", afirmou em entrevista coletiva.

O Galo tenta renovar o contrato de Cleiton desde o início de setembro. A intenção é que ele se torne o segundo goleiro mais bem pago do plantel, atrás somente de Victor, ídolo do clube, e amplie o vínculo, que se encerra em dezembro de 2022. Já houve uma reunião da diretoria com o estafe do atleta. No entanto, ainda não foi batido o martelo sobre o negócio.

"A gente já teve uma conversa, mas não depende de mim, depende de outros fatores. A gente teve uma conversa, mas não finalizou. A gente está esperando a diretoria chegar e finalizar a proposta mesmo", declarou.

Futebol