Topo

Zé Ricardo mira recuperar confiança do Inter e reviver "melhor Guerrero"

Zé Ricardo é apresentado como técnico do Internacional até o fim do ano - Marinho Saldanha/UOL
Zé Ricardo é apresentado como técnico do Internacional até o fim do ano Imagem: Marinho Saldanha/UOL

Marinho Saldanha

Do UOL, em Porto Alegre

23/10/2019 12h00

Zé Ricardo assumiu o Internacional com objetivo definido: conquistar vaga para a próxima Libertadores. E para atingir a meta, o treinador entende que é necessário recuperar a confiança do grupo e reviver o "melhor Paolo Guerrero".

O peruano trabalhou com o treinador no Flamengo e atualmente não vive sua melhor fase no Colorado. Sem marcar há sete jogos, ele ganhará apoio para recuperar o melhor momento.

"O Guerrero é um grande atleta, como temos outros grandes atletas aqui. Tomara que ele consiga fazer o que fez quando estivemos juntos. Foram os dois melhores anos dele, sempre como artilheiro. Ele passa por um momento difícil, mas rapidamente poderá voltar a fazer os gols", explicou Zé Ricardo.

E não apenas ele. Um dos objetivos do treinador é resgatar o que o Interacional já apresentou de positivo na temporada.

O Colorado chegou às quartas de final da Libertadores, foi finalista da Copa do Brasil, e desde o início do Brasileiro que está próximo das primeiras posições. A oscilação após o vice-campeonato contra o Athletico Paranaense precisa ser contornada o quanto antes, na avaliação do novo treinador.

"Primeiro, vamos mostrar para eles o quanto já foram competentes e conquistaram resultados num passado bem recente. Jogadores do nível dos que temos aqui não será difícil passar isso, porque entenderão que este momento já pode mudar na próxima rodada. Então, temos um trabalho que vamos alinhar dentro de campo, juntamente com as mesmas ideias [do comando anterior] e nosso dia a dia, e o contato com os jogadores, que eu espero que seja muito intenso."

"Estarei o tempo todo no clube e que se busque essa intimidade o quanto antes com os atletas, porque isso vai facilitar para render dentro de campo. Se conseguimos trazer em mente para eles o que eles já puderam fazer há pouco tempo, conseguiremos vislumbrar um futuro melhor", explicou.

Em praticamente todas as suas respostas, Zé Ricardo sublinhou que não quer significar uma ruptura com o trabalho anterior, de Odair Hellmann. Pelo contrário, quer agregar suas características ao que já estava sendo feito pelo antecessor.

"A ideia é dar continuidade. Em 40 e poucos dias, se tentar fazer mudanças drásticas em um time com comportamentos há quase dois anos, a chance de criar confusão na cabeça dos jogadores e errar a mão é muito grande. Cada treinador tem seu modo de trabalhar, mas temos que recuperar os bons momentos que o Internacional teve num passado bem recente o mais rápido possível. Vamos pensar jogo a jogo e temos um adversário direto fora de casa já neste fim de semana. Vamos tentar mudar algumas coisas, mas de forma bem pontual", completou.

Zé Ricardo comandou seu primeiro treinamento na manhã de hoje no CT Parque Gigante, e alterou a equipe. O Inter encara o Bahia, sábado, em Salvador, pela 28ª rodada do Brasileiro.

Internacional