Topo

Cruzeiro tenta lucrar com bilheteria e acaba com setor popular no Mineirão

Torcida fez campanha para seguir pagando por ingressos populares no Mineirão, mas diretoria aumentou os preços - © Washington Alves/Light Press/Cruzeiro
Torcida fez campanha para seguir pagando por ingressos populares no Mineirão, mas diretoria aumentou os preços Imagem: © Washington Alves/Light Press/Cruzeiro

Enrico Bruno

Do UOL, em Belo Horizonte

22/10/2019 14h40

O torcedor do Cruzeiro tentou fazer uma campanha pela manutenção dos ingressos a preços populares até o fim do Brasileirão, mas a diretoria do clube não acatou o pedido e aumentou os valores para a partida deste sábado, contra o Fortaleza, no Mineirão. O setor popular, criado recentemente com o valor de R$10, não existe mais.

Por causa da situação delicada da equipe na temporada, a diretoria celeste realizou promoções até o final da temporada para seu torcedor. Quando o departamento de futebol ainda era comandado por Itair Machado, o clube liberou três bilhetes extras para cada sócio, sendo os dois primeiros com desconto de 60%. Além disso, o setor popular, atrás de um dos gols, continuou com o preço cheio de R$10.

Assim que foi apresentado como novo gestor de futebol, Zezé Perrella já havia adiantado que a diretoria não poderia manter os baixos preços dos ingressos, já que essa é a única fonte de receita do clube até o momento. Conforme o prometido, os ingressos para a próxima partida já estão sendo vendidos com preços entre R$20 e R$100.

Apesar das duas últimas vitórias, o Cruzeiro ainda não conseguiu sair da zona de rebaixamento. Neste sábado, a equipe tem um encontro direto contra a degola e vai receber o Fortaleza. Na tabela de classificação, a Raposa tem 28 pontos, enquanto o Leão do Pici contabiliza 31.

Cruzeiro