Topo

Santos reencontra Atlético-MG e tenta retomar arrancada que encantou Brasil

Sampaoli na beira do gramado durante Santos x Ceará - Ivan Storti/Santos FC
Sampaoli na beira do gramado durante Santos x Ceará Imagem: Ivan Storti/Santos FC

Do UOL, em São Paulo

20/10/2019 04h00

O Santos encara o Atlético-MG pela quarta vez no ano a partir das 16h deste domingo (20), no Independência, em Belo Horizonte. O adversário, que vive crise e ligou o sinal de alerta contra o rebaixamento no Brasileirão, traz lembranças que dividem o torcedor da Vila Belmiro. Se, por um lado, o time mineiro foi o algoz na Copa do Brasil, por outro, é a equipe que deu o ânimo para Jorge Sampaoli disparar e encantar o Brasil.

O jogo do primeiro turno foi o segundo da invencibilidade que durou sete rodadas na ocasião. A sequência veio em momento que Sampaoli começava a ser contestado após a segunda eliminação consecutiva no mata-mata e serviu para aliviar a pressão. Além da queda na Copa do Brasil, os santistas haviam sido derrotados pelo River Plate-URU na Copa Sul-Americana.

Depois da sequência, Sampaoli já passou a ser apontado como um dos melhores treinadores do país, mesmo com a liderança do Brasileirão ocupada pelo Palmeiras de Felipão naquela ocasião. A festa pelo argentino, no entanto, diminuiu desde a chegada e a ascensão flamenguista de Jorge Jesus.

Agora, a arrancada pode se repetir. Depois de vencer o Ceará, o Santos deve ter mudanças para enfrentar o Atlético-MG, especialmente com o retorno dos laterais Jorge e Victor Ferraz. Pará também é uma opção. Outro reforço é o retorno de Marinho, que cumpriu suspensão.

Como de costume, Sampaoli não revelou a equipe titular. Apesar da distância de dez pontos para o Flamengo, a ideia na Vila Belmiro é que o título ainda é possível. Se vencer, os santistas vão direto para o sofá secar seus rivais diretos. Os cariocas disputam o clássico com o Fluminense, às 18h de domingo, e os palmeirenses, vice-líderes, encaram o Athletico às 19h, em Curitiba.

"A gente se distanciaria mais (se não tivesse vencido o Ceará). Agora, tem a distância de 10 pontos, que é significativa, mas dá para reverter. Temos dois jogos fora e temos que reverter para continuar na disputa", afirmou Everson, lembrando também do clássico contra o Corinthians na rodada seguinte.

Do outro lado, o Atlético-MG vive fase irregular e um começo de trabalho com Vagner Mancini. A seis pontos da zona de rebaixamento, o time precisa voltar a vencer para não dividir espaço com seu arquirrival Cruzeiro no Z4.

FICHA TÉCNICA
ATLÉTICO-MG X SANTOS


Data: 20 de outubro de 2019, domingo
Horário: 16h (de Brasília)
Local: Estádio Independência, em Belo Horizonte (MG)
Árbitro: Caio Max Augusto Vierira (RN)
Assistentes: Alessandro Alvaro Rocha de Matos (BA) e Jean Marcio dos Santos (RN)
VAR: Heber Roberto Lopes (SC)

ATLÉTICO-MG: Cleiton; Guga, Réver, Igor Rabello e Fábio Santos; Nathan (Leonardo Silva), Elias, Juan Cazares e Luan; Rómulo Otero e Franco Di Santo.
Técnico: Vagner Mancini

SANTOS: Everson; Lucas Veríssimo, Gustavo Henrique e Luan Peres; Ferraz (Pará), Pituca, Sánchez e Jorge; Soteldo, Tailson e Sasha
Técnico: Jorge Sampaoli

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{user.alternativeText}}
Avaliar:

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Santos