Topo

Futebol


Ídolos decidem, Atlético-MG vence Santos e encerra sequência negativa

Do UOL, em São Paulo

20/10/2019 17h57

O Atlético Mineiro venceu o Santos em Belo Horizonte pelo placar de 2 a 0, com gols marcados por Luan e Leonardo Silva. Embalado por um ótimo público no Independência, o Galo abriu vantagem logo no início e, depois de cinco partidas, voltou a vencer no Campeonato Brasileiro.

Com a vitória, o Atlético volta a respirar. Somando três pontos, o Galo se afasta de uma região desconfortável na tabela e vence diante do seu torcedor depois de uma derrota doída contra o Grêmio. Para o Santos, o revés significa se afastar ainda mais da briga pelo título. A equipe de Jorgte Sampaoli pode terminar a rodada cinco pontos atrás do Palmeiras e a 13 do Flamengo.

Agora, ambos os times viajam até a cidade de São Paulo na 28ª rodada. O Santos tem o clássico alvinegro contra o Corinthians no próximo sábado (26) em Itaquera, enquanto o Galo enfrenta o São Paulo no Morumbi domingo (27).

Quem foi bem: os ídolos do Galo

Luan, Leonardo Silva e Réver, jogadores importantes na conquista da Libertadores de 2013, foram nomes que brilharam na vitória do Atlético Mineiro. No primeiro gol, assistência de Rever gol marcado por Luan. No segundo, Leonardo Silva subiu mais que todo mundo e deixou a equipe de Mancini com boa vantagem.

Quem foi mal: meio-campo do Santos

O meio-campo santista foi pouco criativo no jogo. Jean Mota e Sánchez não jogaram bem, sem articular o sistema ofensivo do time. Já Soteldo passou parte do jogo centralizado, onde não rendeu tão bem. Sampaoli fez mudanças no setor com o passar do jogo, mas a equipe continuou morna, com pouca intensidade.

Em nova posição, Réver deu assistência e se sacrificou

Mesmo ficando em campo apenas durante o primeiro tempo, Réver foi um dos protagonistas da tarde em Belo Horizonte. Escalado como primeiro volante, o veterano deu um lindo lançamento para o gol que abriu o placar para o Galo. Sentindo a coxa desde o início da partida, ele aguentou os primeiros 45 minutos em campo e ajudou o Atlético a conter o meio-campo santista.

Atuação do Atlético-MG

O Galo começou o jogo com tudo e foi para o ataque com muita força. Esta intensidade inicial deu resultado imediato e a equipe mineira abriu o placar logo nos primeiros minutos após lindo lançamento de Rever para Luan. Com a vantagem no placar, o Atlético Mineiro deu a bola para o Santos, se mostrou muito combativo e jogou explorando as deficiências que a equipe paulista mostrou na partida.
A equipe da casa marcou o segundo gol na bola parada, ampliando a vantagem, o que deixou a equipe em posição muito confortável. O meio-campo do Galo se mostrou muito intenso e não deixou o Santos jogar com a bola no chão. O Atlético pouco sofreu no segundo tempo. Com um sistema defensivo muito consistente, conseguiu segurar o Santos sem levar muitos sustos.

Atuação do Santos

Quase não deu tempo de o Santos entrar na partida e já logo levou um gol após uma falha de marcação de Jorge. Em desvantagem, o Santos colocou a bola no chão e tentou colocar seu ritmo na partida. Mesmo com muita posse de bola, o Peixe não levou muito perigo ao gol de Cleiton nos primeiros minutos.
Em desvantagem, o Santos foi perigoso nas bolas paradas. Uma ótima cobrança de falta de Sánchez obrigou Cleiton a fazer uma boa defesa e foi uma das melhores chances da equipe no jogo. Pelo alto o Peixe também levou perigo, tanto em cobranças de escanteio quanto em bolas cruzadas na área, mas não chegou ao gol no primeiro tempo.
No segundo tempo, o Santos não conseguiu reagir e se mostrou uma equipe com pouca criatividade na partida de hoje. Com poucas chances claras, a equipe paulista sai do Independência sem ter vivido uma grande tarde.

História do jogo

A partida começou com muita intensidade por parte do Atlético, que abriu o placar logo no início da partida. Pouco depois, o Galo conseguiu explorar as costas da zaga santista, ganhou um escanteio e aumentou o placar após a cobrança. A partir daí, a equipe mineira deixou a bola com a equipe santista, que, apesar da posse, só conseguiu criar as melhores chances na cruzada. O jogo se mostrou intenso e físico, com faltas fortes e até confusão dentro de campo.

A torcida

Os atleticanos compareceram em bom número no Independência e apoiaram a equipe desde cedo. Foram premiados com um gol logo no início, uma vitória importante e com um Galo muito aguerrido e intenso.

Ficha técnica

Atlético-MG 2 x 0 Santos

Campeonato Brasileiro - 27ª rodada

Local: Independência, Belo Horizonte (MG)

Árbitro: Caio Max Augusto Vieira (RN)

Auxiliares: Alessandro Alvaro Rocha de Matos (BA); Jean Marcio dos Santos (RN)

VAR: Heber Roberto Lopes (SC)

Cartões amarelos: Elias, Luan, Otero (Atlético-MG); Lucas Veríssimo, Soteldo, D. Gonzáles, Luan Peres (Santos)

Público e renda: 21.771, R$104.562,00

Gols: Luan, aos 2 minutos; Leonardo Silva, aos 22;

Atlético-MG: Cleiton, Guga, Leonardo Silva, Igor Rabello, Fábio Santos, Réver (José Welison), Elias (Cazares), Luan (Maicon), Nathan, Otero, Di Santo

Santos: Everson, Lucas Veríssimo, Luan Peres, Gustavo Henrique, Jorge, Pituca, C. Sanchéz (Evandro), Jean Mota, Soteldo (Tailson), D. González, Marinho (E. Sasha)

Errata: o texto foi atualizado
Ao contrário do informado anteriormente, Cazares não substituiu Otero, e sim Maicon substituiu Luan durante o jogo. Cazares entrou no lugar de Elias. O erro foi corrigido.
ESPN, Ei PLus e Fox Sports

Assista aos jogos e programas de ESPN, EI Plus e Fox Sports sem TV a cabo.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{user.alternativeText}}
Avaliar:

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Futebol