Topo

Futebol


Chapecoense abre 2 a 0 no primeiro tempo, mas Goiás busca o empate

Do UOL, em São Paulo

20/10/2019 20h55Atualizada em 20/10/2019 22h23

A Chapecoense esteve perto de encerrar uma longa sequência sem vitórias pela 27ª rodada do Campeonato Brasileiro, mas deixou o jogo escapar. Em casa, na Arena Condá, o time abriu vantagem de 2 a 0 para o Goiás, mas permitiu o empate por 2 a 2, deixando pelo caminho dois pontos que seriam bastante valiosos, levando em conta sua situação na tabela.

O resultado ao menos serviu para tirar a Chape da lanterna do Brasileirão. O time agora está à frente do o Avaí, que é superado pelo critério de saldo de gols. A dupla catarinense tem 17 pontos, nove abaixo de CSA e Ceará, os clubes que lhes fazem companhia na zona de descenso. Os clubes nordestinos, porém, ainda vão a campo pela rodada nesta segunda-feira.

O empate manteve o Goiás em décimo lugar, com 38 pontos. O time de Ney Franco segue pontuando em ótimo desempenho durante o segundo turno.

A 28ª rodada terá duelo da Chape com o Fluminense, que também está lutando contra o Z4 e o Goiás enfrentará o Athletico Paranaense, já garantido na Libertadores. Os confrontos serão realizados respectivamente sábado (26) no Maracanã, às 19h30, e domingo na Arena da Baixada, às 16h.

Quem foi bem: Rafinha

Ele não esmoreceu a despeito da aparentemente complicada desvantagem em que o Goiás ficou no primeiro tempo. Seu gol logo na volta do intervalo mudou o panorama da partida, como uma alavanca para que a equipe voltasse a pressionar o oponente. Rafinha recebeu um cartão amarelo, mas brigou pela bola, seguiu criando chances de gol e manteve esse ritmo até o fim.

Atuação da Chape

O time da casa teve dificuldade em acertar as jogadas no começo do duelo. Aos poucos, começou a criar oportunidades, levando perigo ao gol do Goiás, até abrir o placar com gol de Everaldo. O time da casa ganhou mais confiança após Henrique Almeida marcar o segundo gol, de pênalti. Mesmo após sofrer o gol que diminuiu a vantagem, a equipe catarinense se manteve competitiva. A partida era bem equilibrada, mas o Goiás foi buscar o empate.

Atuação do Goiás

A equipe goiana iniciou o confronto em Santa Catarina com boas jogadas, tomando a iniciativa e tomou um susto ao sofrer dois gols. Com postura mais confiante no retorno do intervalo, o time adiantou sua marcação para pressionar a saída de bola dos anfitriões e conseguiu um gol em três minutos, com Rafinha. Demorou mais de meia hora num jogo de baixo nível técnico até que o empate saísse.

História do jogo

Com chuva na Arena Condá, o Goiás começou o jogo fazendo pressão e chegou a balançar a rede com Rafinha, mas não valeu. O juiz havia apitado falta de Fábio Santos antes do chute. Depois de ver o rival dominar o jogo, a Chape começou a arriscar com Roberto e Everaldo, que abriu o placar aos 22 minutos.

Na sequência, Henrique Almeida entrou na área e foi derrubado por Geovane. Sem acionar o VAR, o juiz deu o pênalti, cobrado e marcado pelo próprio Henrique. O Verdão do Oeste se animou com a vantagem de dois gols em menos de 20 minutos e passou a pressionar o Goiás, ao criar cada vez mais chances perigosas.

Não demorou para o Goiás reagir e arriscar jogadas com Kaio e Jefferson, mas sem sucesso no primeiro tempo. A segunda etapa já começou quente para os goianos, com gol de Rafinha logo aos três minutos. A partida seguiu equilibrada, com chances de gol e faltas cometidas dos dois lados. Com o vai e vem de bola, Rafael Vaz achou uma brecha e marcou um golaço para deixar tudo igual. O jogo terminou empatado em 2 a 2.

Torcida

A chuva não foi aliada dos torcedores chapecoenses. A Arena Condá não estava cheia, embora tenha ficado animada com dois gols seguidos. A pouca torcida conseguiu fazer barulho para empurrar o time. Essa euforia se transformou em frustração após o empate dos visitantes. .

Ficha Técnica
Capecoense 2 x 2 Goiás

Campeonato Brasileiro - 27ª rodada
Local: Arena Condá, em Chapecó (SC)
Árbitro: Gilberto Rodrigues Castro Junior (PE)
Auxiliares: Marcelo Carvalho Van Gasse (SP) e Cleriston Clay Barreto Rios (SE)
VAR: Rodrigo Carvalhaes de Miranda (RJ)
Cartões Amarelos: Rafael Pereira, Douglas (Chapecoense); Jefferson, Kevin, Vinícius, Rafinha (Goiás)

Gols: Everaldo, aos 22 do primeiro tempo e Henrique Almeida, aos 29 do primeiro tempo (Chapecoense); Rafinha, aos 3 do segundo tempo e Rafael Vaz, aos 38 do segundo tempo (Goiás)

Chapecoense: João Ricardo; Eduardo, Rafael Pereira, Douglas e Bruno Pacheco; Elicarlos, Márcio Amaral e Camilo (Vini Locatelli); Roberto, Everaldo e Henrique Almeida (Régis). Técnico: Marquinhos

Goiás: Tadeu; Jefferson (Marcelo Hermes), Rafael Vaz, Fábio Sanches e Yago Rocha; Geovane (Vinicius), Leo Sena e Yago Felipe; Rafinha, Kaio (Breno) e Papagaio. Técnico: Ney Franco

Futebol